Uncategorized

Ausência de máscaras no transporte não gerará multas – cotidiano- Blog Giga Medical

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares


Movimento de passageiros no Terminal Central. (Foto: Denny Cesare/Código 19)

A Prefeitura de Campinas publicou nesta quinta-feira (30) no Diário Oficial o decreto determinando, a partir de segunda-feira (4), o uso obrigatório de máscara de proteção para motoristas e passageiros do transporte público coletivo de Campinas, durante todo o trajeto. A medida também é estendida para táxis e transporte individual de passageiros por aplicativos.

Embora o uso seja obrigatório, inicialmente quem infringir o decreto não será punido. Em São Paulo, decreto similar transforma em infração de trânsito o ato de transportar passageiro sem máscaras para motoristas de aplicativos ou táxis. Além disso, também na capital, empresas de ônibus que transportarem passageiros sem máscaras serão multadas. A orientação é que se algum passageiro subir no ônibus sem máscara o motorista não deve andar com o veículo. 

“Vamos pedir a colaboração para que as pessoas já saiam de casa usando a máscara, que é importante para a sua proteção”, afirmou o prefeito Jonas Donizette (PSB). 
 
LEIA TAMBÉM 
Campinas tem a menor taxa de isolamento social na quarentena
Sumaré tem mais uma morte confirmada por coronavírus
Carreata percorre 45 km por reabertura do comércio

Ele explicou que no início haverá uma ação educativa, com a entrega de máscaras de tecido para quem não estiver usando. “É muito importante a responsabilidade e envolvimento de todos para conter a pandemia. Neste momento, usar a máscara é um ato de respeito e preservação da vida”, disse o secretário de Transportes e presidente da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), Carlos José Barreiro. 

Os ônibus têm sido alvo constante de reclamações por parte de passageiros em Campinas. Com a quarentena, desde o dia 23 de março linhas e veículos foram reduzidos, o que provoca grandes aglomerações em determinados horários. 
 
Na próxima na segunda-feira (4 ) a Prefeitura vai distribuir seis mil máscaras de proteção em cinco terminais de ônibus de Campinas.

AÇÕES

A principal recomendação da OMS (Organização Mundial de Saúde) para conter a pandemia do novo coronavírus é o isolamento social. A Emdec reforça, neste período de quarentena, que os terminais urbanos e pontos de embarque sejam utilizados somente pelos usuários do transporte coletivo que necessitem realizar algum deslocamento essencial.

Nos ônibus e terminais urbanos foram afixados cartazes com recomendações sobre cuidados com os fatores de transmissão da covid-19. A limpeza e higienização dos espaços também recebem atenção especial. As empresas concessionárias do transporte e o serviço complementar (alternativo) receberam orientações para replicarem aos funcionários. 

A Emdec determinou um cuidado maior com a higienização dos ônibus; e que todos os veículos circulem com as janelas abertas. 

O dimensionamento da frota de ônibus em operação é definido diariamente, a partir da avaliação técnica da demanda de passageiros. A programação de horários também sofre ajustes pontuais diários, dependendo da análise individual de cada linha. O usuário pode saber, em tempo real, o momento da chegada do ônibus no ponto utilizando o aplicativo “Busão na Hora”.

Em situação normal, a frota do sistema de transporte público totaliza mais de 1,1 mil ônibus e o sistema registra uma média de 560 mil passageiros (passagens pela catraca) por dia útil e 14 milhões de passageiros por mês. Transporta, diariamente, também em situação normal, cerca de 204 mil usuários (indivíduos).

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte www.acidadeon.com

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *