Uncategorized

Passageiro sem máscara não pode entrar em ônibus de Guarulhos e Prefeitura garante adesão total à regra- Blog Giga Medical

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Na semana passada foram distribuídas 1.397 máscaras gratuitamente aos usuários. Foto: Divulgação.

Embarque sem equipamento de proteção é vedado pelo decreto municipal 36.811 e administração municipal monitora veículos

JESSICA MARQUES

Desde o dia 27 de abril de 2020, o passageiro que estiver sem máscara não pode embarcar nos ônibus de Guarulhos, na Região Metropolitana de São Paulo. A medida tem como objetivo evitar a proliferação do novo coronavírus.

Desta forma, a Prefeitura garantiu, por meio de nota, que o transporte coletivo está operando com adesão total a esta regra, ou seja, todos os passageiros dentro dos ônibus já estão utilizando máscara.

“A adesão total dos passageiros foi constatada por funcionários da Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana (STMU), que realizaram o monitoramento a partir das 4h30 nos seis terminais da cidade”, informou a Prefeitura, em nota.

O embarque nos veículos do transporte coletivo sem o equipamento de proteção é vedado pelo decreto municipal 36.811, publicado no dia 21 de abril. 

Assim, segundo a Prefeitura, na semana passada foram distribuídas 1.397 máscaras gratuitamente aos usuários e 1.653 pessoas receberam orientações gerais, sendo 97 especificamente para os idosos.

Relembre: Guarulhos distribui máscaras a passageiros de ônibus em primeiro dia de uso obrigatório

“Nos táxis e transporte de passageiros por aplicativos o movimento de utilização das máscaras de proteção contra a propagação da Covid-19 já começou antes mesmo da publicação do decreto. Nessa modalidade, a adesão foi ainda mais rápida por parte de usuários e motoristas”.

LIMPEZA

A Prefeitura também informou que prossegue com o trabalho de limpeza contínua dos terminais da cidade. São utilizados caminhões-bomba de grande potência para a higienização de todos os boxes de paradas de ônibus, além dos pontos de espera dos passageiros. A limpeza é feita com cloro.

Por sua vez, segundo a administração municipal, as empresas de transportes têm a obrigatoriedade de proceder à limpeza dos coletivos após cada viagem.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte diariodotransporte.com.br

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *