Uncategorized

polícia indicia cliente que não usou máscara por homicídio- Blog Giga Medical

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

A Polícia Civil do Paraná concluiu nesta sexta-feira (08/05) o inquérito sobre a confusão no hipermercado Condor, em Araucária, Região Metropolitana de Curitiba, que terminou na morte da fiscal de loja Sandra Ribeiro. O empresário Danir Garbossa, que recusou o uso da máscara e deu início ao trágico episódio, foi indiciado por homicídio qualificado com dolo eventual, quando o envolvido assume o risco de matar. O delegado responsável pelo caso entendeu que o vigilante Wilham Soares, autor do disparo que atingiu a funcionária, agiu em legítima defesa.

0

Além do homicídio, Garbossa foi indiciado por outros seis crimes. “Ele foi indiciado pelo crime de infringir medida sanitária preventiva; por duas lesões corporais, uma contra o vigilante e outra contra um funcionário do estabelecimento; injúria, pois ele ofendeu verbalmente algumas pessoas ali; perturbação do sossego e do trabalho alheio”, detalhou o delegado, Tiago Wladyka, responsável pelo inquérito.

Confira a matéria completa no site Band B, parceiro do Metrópoles.

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte www.metropoles.com

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *