Uncategorized

Usar a máscara de proteção do jeito errado prejudica a prevenção- Blog Giga Medical

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Máscara na mão, no pescoço, não cobrindo o nariz ou larga, com vãos nas laterais. Atitudes incorretas e que podem, ao invés de ajudar no combate a disseminação do coronavírus, proliferar ainda mais a doença.

Nas ruas, não é difícil flagrar pessoas usando máscara de maneira incorreta. A reportagem do Diário flagrou inúmeros casos de uso incorreto do equipamento nesta segunda-feira, 11. Mas você sabe como utilizar a máscara de maneira correta? A primeira dica é colocá-la de modo a cobrir nariz, boca e queixo. Além disso, ao colocar e retirar, é importante sempre fazer a higienização das mãos – e sempre pegar pelo elástico. Isso, de acordo com os especialistas, evita a contaminação da máscara.

Segundo o médico infectologista do Hospital de Base de Rio Preto Irineu Luiz Maia, ao contrário do que muitas pessoas pensam, a máscara é só um dos mecanismos no combate. “Tem muita gente que acha que, porque está de máscara, não precisa fazer mais nada. Mas a máscara é um coadjuvante para prevenir o seu contato com o vírus, junto com o isolamento social e a higienização das mãos. Isso dá um nível de proteção excepcional, mas sempre a máscara tem que cobrir o nariz e a boca”.

Em São Paulo, desde a última quinta-feira, 7, o uso da máscara nas ruas se tornou obrigatório em todo o Estado. “Nós sabemos que a grande porta de entrada do vírus são as vias respiratórias, então a máscara é para cobrir o nariz e a boca, e proteger”, explicou o infectologista sobre a importância do uso da máscara.

Foram estudos liderados por chineses que mostraram que a maioria das infecções pelo vírus partiu de pessoas assintomáticas, que não utilizavam máscaras, e que ao falar expeliam gotículas contaminadas pelo ar. A partir daí a máscara passou a ser atributo essencial no combate.

O infectologista Irineu Maia também alerta sobre o descarte correto da máscara e sobre a troca. “A cada duas horas, eu sou obrigado a trocar a máscara, então ela precisa ser higienizada. Lembrando que a mucosa das mãos pode transmitir também o coronavírus, então se você tiver com a sua mão contaminada e colocar no rosto, você pode se contaminar”, alertou.

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte www.diariodaregiao.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *