Uncategorized

Motoristas poderão acionar GM por passageiros sem máscara – cotidiano- Blog Giga Medical

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares


Coletivo com cartaz sobre a proibição em Campinas. (Foto: Denny Cesare/Código 19)

A partir desta quarta-feira (13) os motoristas de ônibus do transporte coletivo de Campinas vão impedir o embarque de passageiros que não estiverem usando a máscara de proteção de combate ao coronavírus no interior dos coletivos.

Foram distribuídas quatros mil máscaras de tecido, confeccionadas por costureiras contratadas pela Prefeitura, para os motoristas que vão oferecer ao passageiro que não estiver com o equipamento de proteção. Se mesmo assim, o usuário negar o uso, a Guarda Municipal deverá ser acionada.

A obrigatoriedade do uso de máscara no interior dos ônibus está em vigor desde a semana passada. Mas até então não existia uma fiscalização e o uso era mais uma forma de prevenção educativa. A medida também é válida para táxis e no transporte por aplicativo. A distribuição só ocorre hoje.  
 
LEIA TAMBÉM
MP pede suspensão de relaxamento da quarentena em Campinas
Estado isola 12 presos e dois agentes por suspeita de covid-19  

“Os motoristas estão com várias máscaras e vão oferecer para aquela pessoa que estiver sem. Se houver uma recusa, ele será impedido de embarcar no ônibus. São muito poucos os passageiros que ainda estão sem as máscaras. A população está consciente e colaborando”, afirmou o secretário de Transporte e presidente da Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas), Carlos José Barreiro.

Hoje (13) cedo, a maior parte dos passageiros que circulavam pelo Terminal Central, utilizavam o equipamento.

A expectativa da Administração é de que não ocorra nenhum problema, ou desinteligência. “Mesmo porque, é muito importante a responsabilidade e envolvimento de todos para conter a pandemia. Usar a máscara é um ato de respeito e preservação da vida. Em caso extremo, o motorista deve acionar a Guarda Municipal”, informou a Emdec.  

Desde o dia 4 de maio, é obrigatório o uso de máscara de proteção para motoristas e passageiros do transporte público coletivo de Campinas, durante todo o trajeto. Na semana passada, a Administração já realizou a distribuição gratuita de máscaras nos terminais urbanos e, também, durante as ações de restrição de circulação.
Em nota a Emdec informou que o motorista tem o papel de orientar os passageiros e, principalmente, neste momento de contenção da propagação da pandemia do novo coronavírus.

Além da distribuição das peças nos veículos da frota de ônibus, Guardas Municipais farão distribuição de 2 mil máscaras de tecido à população na Avenida Suaçuna, no Distrito do Ouro Verde, a partir das 16h. Vale lembrar que em Campinas o uso de máscara é também obrigatório no interior de estabelecimentos comerciais e serviços. Na rua é recomendação.

Campinas somou ontem 622 casos da doença com 27 mortes.

MEDIDAS
 
A Emdec informou que vem tomando uma série de ações, todas alinhadas com os órgãos de saúde pública, para evitar que ocorra contaminação pelo novo coronavírus dentro dos veículos utilizados no transporte público. A principal recomendação da OMS (Organização Mundial de Saúde) para conter a pandemia do novo coronavírus é o isolamento social. A Emdec reforça, neste período de quarentena, que os terminais urbanos e pontos de embarque sejam utilizados somente pelos usuários do transporte coletivo que necessitem realizar algum deslocamento essencial; e com o uso da máscara de proteção.  

Nos ônibus e terminais urbanos foram afixados cartazes com recomendações sobre cuidados com os fatores de transmissão do Covid-19 e importância do uso da máscara. A limpeza e higienização dos espaços também recebem atenção especial. As empresas concessionárias do transporte e o serviço complementar (alternativo) receberam orientações para replicarem aos funcionários. A Emdec determinou um cuidado maior com a higienização dos ônibus; e que todos os veículos circulem com as janelas abertas.  

Já sobre a frota de ônibus em operação, o dimensionamento é definido diariamente, a partir da avaliação técnica da demanda de passageiros. A programação de horários sofre ajustes pontuais diários, dependendo da análise individual de cada linha. O usuário pode saber, em tempo real, o momento da chegada do ônibus no ponto utilizando o aplicativo “Busão na Hora”. Mesmo em momento tão adverso, a Administração municipal realiza um enorme esforço para oferecer à população que necessita, um transporte público coletivo adequado.

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte www.acidadeon.com

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *