Uncategorized

Estátua de Olegário Maciel recebe máscara em ação educativa para combater a COVID-19- Blog Giga Medical

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

A Estátua Olegário Maciel na 1ª Quadra da Avenida Getúlio Vargas, no Centro da cidade, recebeu uma máscara em uma ação educativa para combater a COVID-19.

publicado em 15/05/2020,
por Farley Rocha

O equipamento de proteção individual foi colocado pelo Museu Histórico de Patos de Minas.  

Um monumento histórico de Patos de Minas ganhou um adereço especial nesta época de pandemia. A Estátua Olegário Maciel na 1ª Quadra da Avenida Getúlio Vargas, no Centro da cidade, recebeu uma máscara em uma ação educativa para combater a COVID-19. O equipamento de proteção individual foi colocado pelo Museu Histórico de Patos de Minas.  

A máscara foi inserida no rosto da escultura em bronze fundido de Olegário Maciel. De acordo com Geenes Alves, diretor de Patrimônio Histórico do Município, a ação foi mesmo uma forma educativa de incentivar as pessoas a usarem o equipamento de proteção individual e assim prevenir a propagação do coronavírus.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––


Clinica Medic Imagem

A estatua está apoiada em uma caixa com placas de granito aparelhado, base retangular com 2 degraus também em granito. De autoria do J.O. Corrêa Lima, ela foi inaugurada em 30 de julho 1936. Na parte frontal está escrita a frase: “…Arrebatar a pátria ás sombras e aos males presentes, para que ela viva na luz e no bem a que tanto tem aspirado”. (De um telegrama de Olegário Maciel em Outubro de 1930).

Cm relação ao uso das máscaras, as autoridades sanitárias têm orientado quanto ao uso adequado do equipamento. A máscara deve ficar bem ajustada ao rosto, cobrindo do nariz ao queixo; as mãos devem ser higienizadas com água e sabão ou com preparação alcoólica a 70% antes e depois da retirada da máscara; durante seu uso, a máscara não deve ser tocada; sempre que estiver úmida, com sujeira aparente ou danificada, ela deve ser trocada; e a máscara não deve ser compartilhada com outra pessoa, mesmo que esteja lavada.

A Anvisa também orienta que sejam evitados, na fabricação das máscaras, tecidos que podem causar irritação na pele (como poliéster puro e outros sintéticos), recomendando o uso de tecidos que possuam maior porcentagem de algodão em sua composição.




Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte www.patoshoje.com.br

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *