Uncategorized

Pato e Falcao questionam protocolos na volta do futebol- Blog Giga Medical

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

A Bundesliga retornou neste sábado após 65 dias de paralisação pela pandemia mundial de coronavírus.

Em campo, viu-se muitos gols e uma série de novas medidas de segurança, que visam impedir a contaminação dos que trabalham no meio do futebol.

Entre as novidades, foram notadas as comemorações sem aglomeração e sem um jogador encostar no outro; os bancos de reservas com atletas bem separados; o uso de máscaras de proteção por quem não está dentro de campo; as arquibancadas vazias; entre outros.

No entanto, também foi possível notar que, em vários momentos, foram descumpridas as recomendações sanitárias. Ao contrário do ordenado, muitos jogadores cuspiram no campo e assoaram o nariz, por exemplo. E também houve casos de abraços e de toques da mão no rosto tanto entre companheiros como entre rivais.

As cenas vistas neste sábado chamaram a atenção em todo o planeta, e, entre os boleiros, não foi diferente.

O atacante Alexandre Pato, do São Paulo, por exemplo, usou suas redes sociais para questionar o uso de máscaras em diferentes momentos.

“Para o reconhecimento do campo, de máscara. E o jogo, será de máscara ou não?”, perguntou.

Já o centroavante Falcao García, atualmente no Galatasaray, mostrou-se revoltado com a probição de os jogadores se abraçarem nas comemorações de gols, já que, em outros momentos da partida, há aglomerações e contato físico, como nas cobranças de escanteio na área.

“Vendo o retorno do futebol, eu fiquei pensando: existe um motivo técnico para proibir os abraços nas comemorações? No decorrer de uma partida, há vários momentos de contato. Em cobranças de escanteio, por exemplo, os zagueiros ‘montam’ em cima de você. Nas barreiras, todos os jogadores ficam juntos”, argumentou.



Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte www.espn.com.br

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *