Toda Hora – Bandidos usam máscara de proteção para cometer crimes em Manaus Leave a comment

A exigência do uso de máscaras para conter o avanço do coronavírus em diversas cidades de todo o País tem provocado efeito colateral indesejado

Arte: Victor Rodrigues/ TH

Em meio à pandemia, alguns assaltantes da capital e do interior resolveram usar máscaras de proteção para tentar dificultar a identificação pela polícia. Por conta do equipamento, os criminosos escondem parte do rosto, conseguem fingir normalidade enquanto caminham pelas ruas e, por tabela, se protegem do coronavírus.

Desde o dia 9 de maio, por decreto, o uso de máscaras passou a ser obrigatório em estabelecimentos comerciais e em ônibus em Manaus. O equipamento de proteção é uma das medidas adotadas para evitar a transmissão e contágio do novo coronavírus, mas os criminosos passaram a aderir à norma, para se esconder ainda mais durante a prática de crimes. 

Mesmo antes da assinatura do Decreto Municipal, a Polícia Militar (PM) já havia prendido suspeitos usando os equipamentos de proteção ao praticar os crimes. As cenas não são vistas apenas em Manaus. No interior, a tática também está sendo empregada com frequência. 

Para o delegado Torquato Mozer, que atua no 30° Distrito Integrado de Polícia (DIP), a estratégia parece perfeita, mas, como sempre, os criminosos acabam deixando pistas. “Todos os crimes deixam rastros e marcas. Esses traços fazem com que o processo de investigação chegue a conclusões de autoria e materialidade. Com isso, chegamos nos autores”, comentou. 

De acordo com o delegado do 9° DIP, Pablo Giovanni, além de todos os cuidados que comerciantes já tomavam antes da pandemia, agora é preciso redobrá-los. “As pessoas devem estar mais atentas com todos que adentram os estabelecimentos. As orientações são para que evitem deixar objetos de valores à mostra e acessíveis. Não deixem montante de alto valor nos caixas e cofres das empresas”, orientou. 

Pablo destacou que já existe ao menos um inquérito contra um suspeito que estava praticando assalto, na zona Leste, usando máscaras de proteção. “Como ele já tinha praticado outros delitos, conseguimos identificá-lo. Ainda não o localizamos, mas o mandado de prisão já foi expedido”, informou do delegado. 

Prisão

No dia 20 de maio, um trio foi preso suspeito de praticar arrastões nas zonas Sul e Leste de Manaus. Um dos suspeitos estava usando a máscara de proteção. 

Já na sexta-feira, 22/5, outro trio foi preso, desta vez em em Coari (a 365 quilômetros de Manaus). De acordo com o 5° Batalhão da Polícia Militar (BPM), a polícia chegou ao suspeito, após um deles aparecer nas gravações de um estabelecimento comercial. O suspeito estava usando uma máscara de proteção, mas mesmo assim, foi reconhecido e preso.

Prática

A exigência do uso de máscaras para conter o avanço do coronavírus em diversas cidades de todo o País tem provocado efeito colateral indesejado. Ladrões estão usando a máscaras contra o vírus, para praticar assaltos sem serem identificados.

Em todas as regiões do País estão sendo registrados o mesmo tipo de crime. Em São Bernardo do Campo (SP), bandidos aproveitaram as máscaras para cometerem assaltos em série.

Eles só foram pegos porque um dos estabelecimentos roubados, uma casa lotérica, possuía câmeras de segurança. Com os rostos cobertos, eles só foram identificados pelas demais partes do corpo e até mesmo pela forma como andavam.

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte todahora.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SHOPPING CART

close