Fiscalização sobre uso de máscara e aglomeração é intensificada Leave a comment

PMMT

image

A Polícia Militar intensificou a fiscalização do uso obrigatório de máscara, proibição de aglomerações, isolamento e distanciamento social, entre outras medidas adotadas como forma de prevenir a propagação do coronavírus.   

Durante o último fim de semana, entre a noite de sexta-feira (22) e a madrugada desta segunda-feira(25), por exemplo, ocorreu nos 141 municípios a ‘Operação Dispersão II’. Agora o trabalho prossegue com ações específicas como essa operação e durante o policiamento de rotina.

Na maioria dos municípios a PM atuou sozinha, cumprindo o que determina o decreto estadual 465/2020, que atribuiu à instituição militar estadual a tarefa de coordenar a fiscalização em todo o Estado. Noutras cidades a atuação foi em conjunto com a Vigilância Sanitária, Defesa Civil, entre outros órgãos estaduais e municipais.   

O objetivo principal da operação é a orientação e conscientização da população, mas mesmo assim os policiais tiveram que atuar de maneira repressiva, fechando estabelecimentos comerciais por descumprimento do horário de funcionamento e conduzindo à delegacia pessoas que se recusaram a utilizar máscara.

Em Barra do Garças, durante atuação conjunta com agentes da Prefeitura, três pessoas foram levadas à delegacia por não aceitarem usar máscara. Em Tangará da Serra, policiais militares detiveram um homem com resultado positivo para Covid-19 que já havia fugido duas vezes, uma do albergue e outra do hospital onde recebia tratamento. Ele foi preso quando pedia carona em uma rodovia.

Em Juína, assim como em outras cidades, os policiais tiveram de intervir e dispersar pessoas. No caso de Juína, a aglomeração acontecia na frente de distribuidora de bebidas.

Números

Desde o início das medidas restritivas e de prevenção ao coronavírus, em 20 de março, a PM já registrou 48.600 orientações nas ruas, quando o policial aborda, orienta e alerta, ou ele é abordando com pedido de informação.

Também já fez 2.300 dispersões, ou seja, acabou com aglomerações que ocorriam em locais públicos e privados, e já notificou 900 comércios nos quais havia pessoas sem máscaras. Também fechou 185 bares e outros comércios e fez 60 conduções para delegacias, entre outros registros.

O coronel Wankley Rodrigues, subchefe de Estado Maior e diretor Operacional da PM no Estado, explica que a PM está presente em todos os municípios cumprindo mais essa missão, a de coordenar as ações de fiscalização das medidas governamentais de prevenção ao coronavírus.

O que os policiais vêm fazendo, observa Rodrigues, é informar, orientar e alertar, lembrando aos cidadãos que esse é um momento de pandemia, uma situação excepcional de saúde pública que necessita da compreensão e de mudança de hábitos e atitudes. “Quando usamos a máscara corretamente estamos cuidando de nós e do outro, é uma atitude recomendada, necessária e também obrigatória”, destaca o coronel.

Conforme Rodrigues, a dispersões, fechamentos de estabelecimentos comercias e conduções para delegacias só são feitas em situações extremas, ou seja, nos casos de desrespeito e rejeição, quando há recusa no cumprimento das determinações legais.



Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte agoramt.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SHOPPING CART

close