Não adianta só usar máscara: distanciamento social e higiene das mãos são essenciais Leave a comment

Importante aliada para o combate ao novo coronavírus, as máscaras são recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e é item obrigatório em diversas cidades. Mas, para a proteção individual, não basta só utilizá-las. O distanciamento social e a higienização das mãos também continuam sendo medidas de extrema importância.

A infectologista Patrícia Hottz, de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, explica que o uso das máscaras é recomendado para todas as pessoas, porém, o item protege o outro muito mais do que quem está utilizando.

“As máscaras de pano são muito mais uma medida de prevenção para as outras pessoas do que para a nossa proteção. Eu sair de casa com uma máscara de tecido, dificulta que eu transmita o vírus para outras pessoas, mesmo estando assintomática. E os estudos recentes mostram que pessoas assintomáticas podem transmitir o vírus se elas forem portadoras dele”, explica.

Ainda de acordo com a médica, a máscara funciona como uma barreira mecânica que impede a transmissão do vírus, por isso a importância de todos estarem utilizando o item de proteção.

“Óbvio que se todo mundo sair de casa de máscara, eu vou estar protegida também, porque vai estar todo mundo usando”, destaca.

Contudo, Patrícia afirma ainda que a higiene correta das mãos e a manutenção do distanciamento social são igualmente importantes.

“As medidas de proteção individual mais importantes são a higiene das mãos, evitando de levá-la ao rosto, e o distanciamento social, ficar a mais de um metro das pessoas, mesmo de máscara de tecido. Isso é muito importante”, orienta a infectologista.

Cuidados ao usar máscaras

Além de seguir as recomendações de higiene e distanciamento, é preciso ficar atendo ao uso correto das máscaras. Um deslize e contaminação pode ocorrer.

“Se você está com uma máscara de tecido, sai da sua casa, tem contato com outra pessoa, se essa pessoa estiver infectada e sem máscara, tossir, espirrar ou falar com gotícula e isso ficar preso na sua máscara e você mexer nela, tirar de forma inadequada ou fazer a higienização de forma errada, ela pode ser uma veículo de infecção para você. O vírus pode estar na máscara, então mais importante do que a recomendação de máscara para todos é o uso correto de máscara por todos”, frisa Patricia Hottz.

Trabalhadores de serviços essenciais que ficam o dia inteiro com a máscara, ou quem precisam sair de casa e permanecer na rua por mais de três horas, devem respeitar o tempo de uso do item que não pode ultrapassar três horas.

“Não é simples você estar com uma máscara o dia inteiro sem que você toque, especialmente quem usa óculos. Tem gente que fica com ela no queixo para comer ou beber água e nisso você pode se contaminar. O uso inadequado de máscara é prejudicial. A máscara tem que ser usada seca, o elástico ou a fita tem que estar com elasticidade conservada, tem que vedar bem, não pode ficar largo na lateral do rosto”, ressalta a infectologista.

A recomendação da médica é sempre que for preciso sair com a máscara, levar um saquinho com uma reserva que esteja limpa e trocá-la a cada três horas. Para fazer a troca é preciso higienizar as mãos, retirar a máscara por trás, sem tocar na parte da frente, colocá-la em um saco plástico, guardar, pegar a máscara limpa e colocar no rosto. Após isso, as mãos devem ser higienizadas novamente.



Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte www.portalmultiplix.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SHOPPING CART

close