Uncategorized

Nosso Hospital Público Lidera Massachusetts no Atendimento aos Pacientes de Coronavírus

Blog Giga Medical

A Dra. Ue é Residente-Chefe em Medicina Interna na Cambridge Health Alliance, em…

A Dra. Ue é Residente-Chefe em Medicina Interna na Cambridge Health Alliance, em Massachusetts.

A Cambridge Health Alliance (CHA), onde trabalho, é um sistema hospitalar pequeno que atende a região metropolitana norte de Boston com dois campus em Cambridge e Everett, mas, apesar de suas dimensões modestas, tornou-se sem dúvidas o centro do combate ao COVID-19 em Massachusetts.

Não é um feito ordinário, considerando-se que Massachusetts tem o terceiro maior número de pacientes de coronavírus dos EUA.

Coordenando a entrega de 10 mil máscaras N95 da @MADmasks2020 e de alunos da Harvard Business na China e Singapura! Eu e Eugene (estagiário em ano de transição).

Desde o dia 28 de abril de 2020, de acordo com a atualização estadual de pacientes hospitalizados com COVID-19, a CHA tem a maior proporção de leitos hospitalares e recursos dedicados aos pacientes confirmadamente portadores ou com suspeita de COVID-19 – 85% dos nossos leitos de clínica geral e 88% dos nossos leitos de cuidados críticos.

Como resultado, superamos em muito nossos pares de tamanho similar e até mesmo muitos hospitais com capacidade superior. Embora tenhamos conseguido transferir pacientes muito doentes para hospitais de cuidado terciário, é alarmante o grau de desproporção com que o vírus tem afetado os pacientes mais pobres e vulneráveis, para os quais a CHA é um cabo de vida.

Nossa capacidade mais que dobrou desde o início dessa pandemia, há mais de 8 semanas, com espaços adicionais de clínica e cuidados críticos. Esses espaços dificilmente se comparam à vida no hospital antes do COVID-19, com cada andar tendo áreas dedicadas à troca de equipamentos de proteção individual (EPI).

Cada prestador é coberto da cabeça aos pés com um escudo facial, gorro, óculos, máscara N95, traje Tyvek, luvas de nitrilo e sapatilhas descartáveis.

Apenas com os olhos à mostra, é um milagre eu conseguir reconhecer todos os novos colegas que recebemos nas equipes de medicina hospitalar – vindos dos cuidados primários, medicina familiar, psiquiatria, podiatria e cirurgia. Nesta luta contra o coronavírus, colaboramos para maximizar nossos recursos a fim de atender todos os pacientes.

Meu papel como Residente-Chefe evoluiu imensamente durante essa pandemia, papel que é abordado neste artigo de Medicina Acadêmica pelos nossos colegas do Beth Israel Deaconess Medical Center: Cinco Perguntas para Lideranças de Residência em Tempos de COVID-19.

No entanto, há outros desafios enfrentados pelas lideranças de residência em cenários hospitalares comunitários pequenos. A CHA é única, visto que é um dos poucos grandes sistemas de saúde de proteção social com financiamento público em Massachusetts, atuando como a principal prestadora de cuidados para alguns dos grupos mais diversificados de pacientes.

Os desafios já incluíram:

1. Prestar cuidados justos e culturalmente adequados aos pacientes

Mais da metade dos nossos pacientes se identifica como minoria racial ou étnica e recebe seus cuidados em outro idioma, e durante essa pandemia de COVID-19, esse percentual continua subindo. Similarmente a outras doenças contagiosas, como o HIV/AIDS, o coronavírus acentua as disparidades de saúde de raça, classe e status socioeconômico.

• Um artigo da JAMA sobre os casos de COVID-19 em Nova York mostra que o Bronx tem o maior número de hospitalizações e mortes por COVID-19 para cada 100 mil habitantes, comparado a bairros mais ricos. Notavelmente, o Bronx também tem “a maior proporção de minorias raciais/étnicas, a maior parcela de pessoas vivendo em pobreza e os menores níveis de escolaridade”.

• Similarmente, em Massachusetts, o atual centro da epidemia está em Chelsea, com a maior taxa de infecção, com cerca de 1890 casos para cada 100 mil habitantes, o que são quase quatro vezes a taxa estadual.

Chelsea é um subúrbio com alta densidade demográfica, composto pela classe trabalhadora, nos limites da cidade de Boston. Sessenta e oito por cento dos habitantes são latinos, e 19% ganham abaixo da linha da pobreza, o que são 2 vezes a taxa de Boston-Cambridge, e 1,5 vez a taxa em todo o estado de Massachusetts.

A CHA se tornou um ponto crucial, com nosso campus de Everett sendo o mais próximo a Chelsea, a 8 minutos de carro. Além desse influxo de pacientes, há demandas crescentes de interpretação e na lida com o trauma sentido por essas comunidades. Vonessa Costa, diretora de assuntos multiculturais e serviços ao paciente, destaca nossa resposta neste artigo do New York Times de 17 de abril de 2020.

2. Prestar apoio significativo à saúde mental dos habitantes

Com a constância da alta acuidade e volume de casos em Massachusetts e na CHA, começamos a ver sintomas de angústia em muitos de nossos médicos-residentes – pesadelos recorrentes sobre pacientes, ansiedade, luto e dificuldade em processar a morte de entes queridos e pacientes.

Cuidar de pacientes criticamente doentes é desafiador durante a melhor das épocas. Cuidar de pacientes de COVID-19 criticamente doentes durante uma pandemia em evolução tem cobrado um preço emocional e psicológico significativo. Em resposta, firmamos parceria com a psiquiatria para oferecer um espaço para que os trainees reflitam sobre seu trauma como cuidadores.

Como oferecemos apoio enquanto reconhecemos o trauma constante vivenciado pelos nossos médicos-residentes? Nossa meta para essas sessões é oferecer um espaço solidário e de reflexão; identificar estratégias de enfrentamento e autocuidado; oferecer psicoeducação sobre crises, estresse e reações a traumas; e identificar outros recursos para ajudar. Nossos colegas médicos têm sido instrumentais nessas sessões.

3. Construindo a comunidade e a esperança

Festa de pizzas no Zoom!

Algumas iniciativas incluíram:

• Compartilhar “histórias de esperança” das linhas de frente em nossas reuniões de residência virtuais. Elas incluem extubações bem-sucedidas, altas do hospital e o reencontro dos familiares.

• Canções e vídeos de altas hospitalares. (Here Comes The Sun, dos The Beatles, toca em nosso hospital.)

• Atividades para promover os laços entre as equipes, como a noite virtual de pizzas e curiosidades.

• Advogarmos por nós mesmos e pelos nossos pacientes #TragamEPIs.

• Engajarmo-nos em estudos acadêmicos, por exemplo, analisando os resultados dos nossos pacientes relacionados ao uso de fluido IV e colaborando em grandes rodadas baseadas em evidências.

Conforme a curva dos casos de COVID-19 começa a se achatar, a previsão é de que a nossa população de pacientes continue sendo afetada desproporcionalmente. Para muitos, a CHA oferece proteção social contra as falhas do nosso sistema médico fragmentado. Somos um recurso essencial para aqueles que não têm para onde ir.

Podemos ser pequenos em tamanho, mas somos expansivos em capacidade e inovação. Quero dar o crédito a quem é devido. Em pé de igualdade, tenho orgulho de a CHA e nossos médicos-residentes nas linhas de frente estarem liderando no atendimento aos pacientes de coronavírus.

Por favor, compartilhe sua perspectiva sobre o atendimento aos pacientes de coronavírus! Eu adoraria ouvir principalmente a opinião daqueles que estão nos hospitais públicos de todo o país. Deixe seu comentário ou mande-me um tuíte no @UeFrances.

Agradecimento especial a Martin Kaminski, pela sua contribuição neste artigo.

Reimpresso com permissão do NEJM Journal Watch em https://blogs.jwatch.org/general-medicine.

Apoiem os Pequenos negócios. Mantenha a economia girando!

GARDINI LAW- Determinados a vencer. Você tem direitos. Imigração. Criminal. Trabalhista. Acidentes de carro. Estamos localizados em Someville e Waltham. Tel: 855-337-8440.

GAUCHÃO RESTAURANTE- O melhor da comida brasileira. Fazemos entrega em toda região: Somerville, Medford, Cambridge e arredores. Estamos localizados no 102 Broadway, Somerville (MA). Ligue: (617) 625-6100.

INCOME TAX- Imposto de renda, contabilidade, folha de pagamento, incorporações, ITIN, Traduções. Temos 4 endereços: Framingham, Worcester, Somerville e Plymouth. Ligue: (508) 872-5597.

MINEIRÃO MARKET- Venha conhecer nossas promoções. Açougue, verduras, doces, sucos, pães de sal e muito mais. Temos 3 localizações para melhro lhe atender: Somerville, Marlboro e Malden. Ligue: (617) 301-3900.



Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte www.braziliantimes.com

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *