Uncategorized

‘Não é motivo para pânico’, afirma o governador Eduardo Leite – Rio Grande do Sul

Blog Giga Medical

Com a mudança de quatro regiões do Estado para a bandeira vermelha, anunciada no início da noite deste sábado (13) pelo Palácio Piratini, o governador gaúcho Eduardo Leite gravou um vídeo para explicar a nova situação apresentada pela sexta atualização do modelo de Distanciamento Controlado implantado no Rio Grande do Sul. “Não é motivo para pânico, mas é um alerta que precisamos reduzir essa velocidade de contato para que lá na frente não haja um colapso do sistema hospitalar”, afirmou o chefe do Executivo gaúcho, ao pedir que os gaúchos mantenham os bons hábitos de higiene e usem máscaras.

CONTEÚDO ABERTO | Leia todas as notícias sobre coronavírus

Entre as cidades que passam a adotar a bandeira vermelha, estão as da Serra gaúcha, como Bento Gonçalves, Canela, Caxias do Sul, Gramado, Nova Petrópolis, Picada Café e Farroupilha, além de municípios do Vale do Caí, como Bom Princípio e Feliz, o governador explicou o motivo da alteração da cor. “Quatro regiões migram para a bandeira vermelha que vai impor mais restrições as atividades econômicas. Reforço o apelo aos que estão nessas regiões que atendam as diretrizes e protocolos. E aos que puderem que fiquem em casa. Os indicadores apontam que há um aumento de contato e uma menor disponibilidade hospitalar.”

Leite foi enfático ao falar que se não houver atendimento aos protocolos estabelecidos pelo Estado, o governo gaúcho vai impor restrições mais severas. “Não deixaremos de fazer. Queremos a conciliação entre a economia e a proteção à vida, mas a proteção à vida vem em primeiro lugar”, fala, ao pedir que os gaúchos mantenham os hábitos de higiene pessoal e usem máscaras.

Assista

Quer receber notícias como esta e muitas outras diretamente em seu e-mail? Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!



Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte www.jornalnh.com.br

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *