Uncategorized

Com 324 índios mortos, Funai gastou só 27% dos recursos contra pandemia

Blog Giga Medical

Nesses 90 dias de pandemia no Brasil, o novo coronavírus já matou 324 indígenas, contaminou 4.185 indivíduos e atingiu 110 povos, segundo levantamento da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib). A mortalidade da covid-19 entre os povos indígenas atingiu a taxa de 50%, com 36 óbitos para cada 100 mil habitantes, enquanto da população em geral é de 24 para cada 100 mil. Outro indicativo da gravidade da doença nos territórios indígenas é que 48% dos indígenas que buscam atendimento hospitalar acabam morrendo, a maior proporção do País, segundo estudo da Fiocruz.

Foto: Dida Sampaio

Desde o início da pandemia, a covid-19 já matou 324 indígenas, contaminou 4185 e atingiu 110 povos, conforme levantamento da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) e dados divulgados pela Sesai. Com 36 óbitos para cada cem mil pessoas, a doença já atingiu uma mortalidade 50% maior entre os povos indígenas do que entre a população em geral, onde a mortalidade é de 24 para cada cem mil. Um estudo da Fiocruz aponta que 48% dos indígenas que buscam atendimento hospitalar acabam morrendo – a maior proporção do país (Fiocruz).

Nos três meses decorridos desde a declaração da pandemia de covid-19 pela OMS, segundo dados da plataforma Siga Brasil, a Funai executou R$ 6,2 milhões do total de R$ 23 milhões de reais de que o órgão dispõe para ações de combate à pandemia e proteção dos povos indígenas.

Deste total, R$ 18,3 milhões vieram de suplementações orçamentárias determinadas pelas Medidas Provisórias (MPs) 942 e 965, editadas pelo governo federal  em abril e maio para estabelecer ações emergenciais para o combate ao coronavírus. Outros R$ 4,7 milhões foram deslocados pelo próprio órgão para medidas deste tipo.

Nestes três meses, apenas 27% do valor destinado a ações de enfrentamento de emergência ao coronavírus foram efetivamente gastos, especialmente em gêneros de alimentação (R$ 3 milhões), material de limpeza e produtos de higienização (R$ 570 mil) e pagamento de diárias (R$ 391 mil).

A Funai informa, por outro lado, que já investiu R$ 20,7 milhões em ações de combate à covid-19. Segundo o órgão, o valor teria sido gasto em ações como distribuição de materiais de higiene e limpeza e a entrega de cestas básicas, realizada em parceria com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai).



Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte brpolitico.com.br

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *