Uncategorized

Mais de 67% da população de Guarujá não usa máscara da forma correta

Blog Giga Medical

Uma pesquisa realizada por estudantes de Medicina da Universidade São Judas Tadeu, Campus Cubatão, mostra que a população de Guarujá é a que menos adere ao uso da máscara de proteção ao novo coronavírus em toda a Baixada Santista. O estudo apontou que 67,1% dos guarujaenses saem às ruas sem o acessório ou não o utilizam corretamente.

A pesquisa observou, ao todo, 12.588 pessoas nas cinco cidades mais populosas da Baixada. Cubatão foi a cidade em que as pessoas mais estavam utilizando as máscaras corretamente (63,5%), seguida por São Vicente (55,8%), Praia Grande (44,1%) e Santos (33,4%). Em Guarujá, apenas 32,9% dos moradores estavam, de fato, protegidos.

Isso porque não cobrir o nariz, deixar o queixo exposto ou até mesmo abaixá-la completamente têm o mesmo efeito que não estar munido de nenhuma proteção. Isso é o que alerta o médico infectologista da rede municipal guarujaense, Orival Silva Silveira. “A pessoa tem a falsa sensação que está protegida, quando na verdade está muito suscetível à contaminação pelo novo coronavírus”, diz.

Outro ponto da pesquisa diz respeito ao manuseio da máscara de proteção. Os alunos flagraram várias pessoas tocando indevidamente na proteção e as retirando do rosto sem nenhum cuidado.

“Ficar tocando e ajustando a máscara toda hora não é recomendado. Também na hora da retirada, a forma correta de é utilizar o polegar e o indicador de cada mão e retirar pelo elástico, sem tocar na superfície do pano. Preferencialmente, acondicionar em saquinho plástico”, orienta Orival.

Tudo sobre:



Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte www.atribuna.com.br

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *