Uncategorized

Aúdio vazado aponta possível colapso da Saúde na próxima semana. Autoridades negam

Blog Giga Medical

Mesmo com 60% das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) da rede pública destinadas exclusivamente aos pacientes do novo coronavírus ocupadas, o DF pode chegar ao colapso de seu sistema de saúde na próxima semana.

Os números foram atualizados no início da tarde deste sábado (27), pela Secretaria de Saúde. De acordo com o orgão, os hospitais públicos com maior taxa de leitos ocupados são o Hospital de Base, com 87%; o Hospital Regional de Santa Maria (HRSM), com 81%; e o Hospital Regional de Ceilândia (HRC), com 70%.

Entretanto, o Jornal de Brasília teve acesso a áudios que apontam que os hospitais de Base, HRAN e o Regional de Santa Maria estão com 100% de sua lotação ocupada.  De acordo com o site O Antagonista, o áudio é atribuído ao cirurgião-geral do Hospital de Base, Lucas Seixas.

Além de expor possíveis situações das unidades hospitalares que atendem pacientes com a Covid-19, Seixas afirma ter sugerido à Secretaria de Saúde e ao governador Ibaneis Rocha que decrete um lockdown a partir da próxima terça-feira, entre os dias 30 de junho e 14 de julho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Fizemos uma sugestão de lockdown, para que a gente tenha uma diminuição gradativa dos leitos com ventilação e a segunda semana de julho seja mais tranquila, mesmo que a gente postergue um pouco mais a crise intra-hospitalar. Mas é necessário, porque se esgotaram as vagas privadas, as públicas, e nós estamos criando mais.”

Por meio de nota, o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF), que administra o Hospital de Base e o de Santa Maria, negou a informação.

“A informação não procede, não há falta de leitos de UTI e nem de medicação. O Iges-DF tem feito todo o esforço para que a população seja atendida de forma eficaz e efetiva nesse momento de pandemia. No Hospital de Base, 66 leitos de UTI para atendimento exclusivo de pacientes referenciados acometidos pela Covid-19 foram abertos e, nesse momento, 58 deles encontram-se ocupados”, diz a nota.

Ainda de acordo com o instituto, “no HRSM, 100 leitos de UTI para atendimento exclusivo de pacientes referenciados acometidos pela Covid-19 foram abertos e, nesse momento, 81 deles encontram-se ocupados”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte jornaldebrasilia.com.br

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *