Uncategorized

‘Máscara não é enfeite nem é para ficar pendurada’, diz Letícia Birkheuer

Blog Giga Medical

Letícia Birkheuer voltou há um mês para o Rio, onde mora há 17 anos. A atriz preferiu passar parte da quarentena na casa da mãe, em Passo Fundo (RS). “Senti medo de ficar sozinha em casa com meu filho, cair doente e não ter o que fazer”, confessa. “Fiquei quase dois meses ao lado da família, na cidade, que é bem tranquila. Não passava tanto tempo lá há anos”, conta.

Letícia Birkeheuer; styling Samantha Szczerb e make Fernando Torquatto Foto: Guilherme Lima
Letícia Birkeheuer; styling Samantha Szczerb e make Fernando Torquatto Foto: Guilherme Lima

Ela se prepara agora para retomar as atividades, gradualmente, e observa o movimento das ruas com preocupação. “Máscara não é enfeite nem é para ficar pendurada”, ressalta.

Em março, o filme “Solteira quase surtando”, protagonizado por Letícia e Mina Nercessian, chegou a estrear. “Ficamos apenas quatro dias em cartaz por causa da pandemia. Agora, não sabemos o que vai acontecer”, lamenta. Inquieta, diz não conseguir ficar parada. “Fiz o projeto de um programa chamado ‘Desafio na mesa’, de gastronomia, esporte e viagem”, conta. “Resolvi produzir os cinco primeiros episódios”, emenda Letícia, que posou para o projeto “Keep Your Distance” do fotógrafo Guilherme Lima.

Enquanto isso, ela, que, na primeira metade dos anos 2000, foi uma das modelos brasileiras mais relevantes no cenário internacional, trabalhando com grifes como Marc Jacobs, Dolce & Gabbana, Balenciaga, Michael Kors, Valentino e Alexander McQueen, admite estar com saudade de uma boa produção. “Outro dia, usei uma sandália de salto alto para atravessar a passarela do supermercado.” 

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte oglobo.globo.com

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *