Uncategorized

Por quanto tempo ainda teremos que usar máscaras por causa da Covid?

Blog Giga Medical

 A Igreja de Jesus Cristo dos Últimos vai doar um total de 3 milhões de máscaras para todo o país
Usar máscaras é fundamental para conter o avanço do novo coronavírus. Crédito: Divulgação

As máscaras de proteção ainda estão entre as principais medidas de contenção do coronavírus (Covid-19). Porém, no momento em que o utensílio finalmente passou a entrar na rotina da sociedade, muita gente já está abandonando o uso quando precisa sair de casa.  Para entender a importância das máscaras e por quanto tempo ainda teremos que usá-las, A Gazeta conversou com especialistas no assunto. 

1) NÚMERO DE CASOS PRECISA DIMINUIR

O infectologista Lauro Pinto lembrou que ainda enfrentamos um momento crítico da pandemia. No Espírito Santo, por exemplo, enquanto a região metropolitana apresenta uma estabilidade na cuva de contágio, nos municípios do interior os casos estão aumentando.  Para diminuir os números de doentes e mortos em todas as regiões, o médico afirma que só será possível se frearmos o foco transmissor, que está diretamente relacionado ao ser humano.  

“Por que ainda precisa usar a máscara e ter cuidados, como distanciamento social e higiene das mãos? Porque o foco está nas pessoas. Muita gente se preocupa tanto em limpar as coisas, mas esquece que quem transmite é a pessoa, principalmente as assintomáticas ou que tem pouco sintomas – que acham que estão com uma crise alérgica ou apenas uma dor no corpo, mas podem estar com o vírus. Se você fica perto dessa pessoa, você pode ser infectado só por ela falar e liberar gotículas”, afirma. 

Sabendo a importância das máscaras nesse contexto, ele afirma que só será possível dispensar o uso do utensílio quando número de casos tiver “despencado”.

Lauro Pinto

Médico infectologista

“Por isso, agora mais do que nunca, a preocupação com a máscara prevalece. A sociedade quer voltar ao normal. A sociedade está casada. Mas a doença está aí fora. Até que a gente tenha despencado os casos, esse cuidado tem que permanecer”

2) É NECESSÁRIO QUE HAJA UMA VACINA PARA TODOS

Para a epidemiologista Ethel Maciel, a população terá que se preocupar com o uso correto das máscaras até a chegada de uma vacina. Ela também falou sobre a aceleração de casos em municípios do interior e lembrou que muitas pessoas ainda irão se infectar, aumentando o número de doentes e mortos.

“Essa hora (de deixar de usar as máscaras) vai chegar, mas ainda não chegou. Esse ainda é um momento de muita cautela. Vamos aguardar os resultados dos próximos inquéritos sorológicos para avaliar o porcentual de pessoas infectadas. Enquanto isso, temos que manter o distanciamento, evitar lugares sem circulação de ar e continuar usando as máscaras de forma correta”, afirmou. 

Ethel Maciel

Epidemiologista

“Muitas pessoas ainda não entraram em contato com vírus, muitas perguntas em relação a imunidade precisam ser respondidas, então temos que continuar com as medidas de prevenção. Já fizemos o mais difícil que é aprender a usar a máscara nos lugares que precisamos ir. Agora temos manter isso para desacelerarmos os casos”

3) VÍRUS PRECISA PARAR DE CIRCULAR

O médico infectologista Paulo Peçanha, que concorda com a epidemiologista, completou que só será possível deixar de usar as máscaras quando o novo coronavírus parar de circular ou quando todas as pessoas estiverem protegidas – seja por um vacina ou pelo contato natural com a infecção ao longo do tempo.

“A segurança para deixarmos de usar mascaras só vai existir quando as pessoas estiverem protegidas para a infecção respiratória. Isso só vai acontecer quando houver uma vacina ou quando cerca de 80% das pessoas já tiverem com imunidade adquirida naturalmente. Enquanto o vírus estiver circulando, as máscaras serão indispensáveis”, disse. Para ele,  a remoção do utensilio em nossa rotina só será possível em 2021. 

Paulo Peçanha

Médico infectologista

“Da forma como a infecção vem evoluindo no Estado, não vejo possibilidade de sairmos de sem mascaras pelo menos até o fim de 2020”

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte www.agazeta.com.br

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *