Uncategorized

Foto de César Tralli andando de patins sem máscara é de 2014

Blog Giga Medical

É de 2014 uma foto em que César Tralli, apresentador da TV Globo, anda de patins pela orla do Rio de Janeiro sem usar máscara. A imagem circula fora de contexto nas redes sociais. “César Tralli vive vociferando para o povo usar máscara”, diz uma postagem no Facebook com mais de 7,2 mil compartilhamentos. O post omite que o registro é antigo.

Foto de César Tralli circula fora de contexto nas redes. Foto: Reprodução

O Estadão Verifica utilizou o mecanismo de busca reversa do Google para localizar as vezes em que a mesma imagem foi publicada anteriormente. Os primeiros registros encontrados são de 2014, cinco anos antes dos primeiros casos da covid-19. Os portais R7 e Terra publicaram as fotos utilizadas pelo boato, clicadas no Leblon, no Rio de Janeiro.

Montagem de fotos já estava disponível no portal Terra desde 2014. Foto: Reprodução/Terra

Alguns elementos comuns entre as imagens do boato e as imagens publicadas pelos portais permitem concluir se tratar da mesma situação: uma mulher de blusa azul sentada em um banco de cimento atrás de Tralli, uma mulher de roupa branca que o observa e uma cadeira de praia listrada.

Elementos comuns às duas imagens permitem concluir se tratar da mesma situação. Foto: Reprodução de redes sociais | R7/Reprodução

Esta postagem também foi checada por Boatos.org.

Este boato foi checado por aparecer entre os principais conteúdos suspeitos que circulam no Facebook. O Estadão Verifica tem acesso a uma lista de postagens potencialmente falsas e a dados sobre sua viralização em razão de uma parceria com a rede social. Quando nossas verificações constatam que uma informação é enganosa, o Facebook reduz o alcance de sua circulação. Usuários da rede social e administradores de páginas recebem notificações se tiverem publicado ou compartilhado postagens marcadas como falsas. Um aviso também é enviado a quem quiser postar um conteúdo que tiver sido sinalizado como inverídico anteriormente.

Um pré-requisito para participar da parceria com o Facebook  é obter certificação da International Fact Checking Network (IFCN), o que, no caso do Estadão Verifica, ocorreu em janeiro de 2019. A associação internacional de verificadores de fatos exige das entidades certificadas que assinem um código de princípios e assumam compromissos em cinco áreas:  apartidarismo e imparcialidade; transparência das fontes; transparência do financiamento e organização; transparência da metodologia; e política de correções aberta e honesta. O comprometimento com essas práticas promove mais equilíbrio e precisão no trabalho.



Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte politica.estadao.com.br

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *