Projeto da própria favela distribui máscaras em Paraisópolis, em São Paulo – 21/05/2020 – Cotidiano- Blog Giga Medical

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

É na hora da xepa que o bicho pega. No momento em que os preços podem cair pela metade, gente se acumula nas barracas de feira livre atrás de uma pechincha. Em busca de um trocado, crianças com carrinho de mão levam as compras dos moradores para casa. Muitos transitam por ruas e vielas de Paraisópolis, zona sul da capital, sem usar máscaras de proteção.

Ao assistir ao vaivém de pessoas desprotegidas numa tarde agitada de sábado, o estilista Alex Santos, 29, morador do local, decidiu ligar a sua máquina de costura e confeccionar as peças para a vizinhança.

Há dez anos vivendo ali, ele e o psicólogo Nil Mariano, 41, criaram o projeto PIM (Periferia Inventando Moda), de capacitação profissional, que visa o empoderamento e a autoestima de jovens carentes.

Desde abril de 2014, a PIM oferece oficinas preparatórias para modelos, maquiadores e fotógrafos da região.

Com a pandemia, o projeto ganhou um desdobramento: a PIM Acolhe, cujo objetivo é produzir e distribuir ao menos 600 máscaras na favela até o fim deste mês.

Com aproximadamente 100 mil habitantes distribuídos em 23 mil domicílios, amontoados numa área com cerca de 1 milhão de m2, Paraisópolis é a segunda maior favela de São Paulo, atrás somente de Heliópolis, também localizada na zona sul paulistana.

“Estamos em um momento de acolher as pessoas. É chegada a hora de ajudar o próximo”, diz Santos, emocionado. “Precisamos de empatia.”

Hoje, a PIM Acolhe tem em mãos 200 máscaras doadas por estilistas que trabalham em parceria com a Bemglô, nos Jardins. Iniciativa das atrizes Gloria Pires e Betty Prado, a loja de conteúdo colaborativo incentiva a sustentabilidade, o trabalho artesanal e a conscientização do uso.

Deve receber cem máscaras e mais 25 metros de tecido da Vicunha, uma das maiores indústrias têxteis do país. Outras 200 máscaras virão da rede aTUAção PerifaSul, além de 160 do estilista Isaac Silva.

Dez modelos formados pela PIM vão trabalhar na distribuição das peças. Antes de fazerem a doação, porém, eles pretendem conversar com os moradores, informando-os sobre a importância de usá-las no combate à transmissão do novo coronavírus.

“Muitas pessoas agem como se não estivéssemos na pandemia. Por outro lado, temos mães com mais de cinco, seis filhos, que não conseguem comprar a máscara para todos eles. Infelizmente, os donativos não chegam a todos os cantos da favela”, conta a modelo Dennize Sena, 23, participante do programa.

Na visão dela, as ações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) contribuem para um ambiente de divisão. “Há aqueles que acreditam no que é noticiado pela imprensa, mas existem muitos outros que creem no discurso irresponsável do chefe da nação”, afirma ela.

Baiana de Salvador, moradora de Paraisópolis há 11 anos, a modelo converteu os dias de confinamento em estudos de ioga e meditação. “Aqui tem baile funk acontecendo. Os bares estão lotados e barulhentos. Precisei me concentrar. Se não, ia surtar.”

Outra modelo da PIM, a trans Luara Costa, 22, Lua, como é chamada, reconhece que as circunstâncias atuais levaram à ascensão do desemprego e à queda abissal de renda em Paraisópolis, onde a expressiva maioria exerce trabalho sem carteira assinada.

“Nossa ação pretende ainda entender quais são os motivos que levam as pessoas a não usarem a máscara de proteção”, explica ela. “É comum por aqui as pessoas se abraçarem e se beijarem na rua como se não houvesse amanhã.”

A PIM Acolhe vai somar esforços ao lado de outro movimento já existente na comunidade, o Home Office das Costureiras, braço do projeto Costurando Sonhos, iniciativa de 2017, criada para combater a violência contra mulheres.

Na mais rica cidade do país, o grupo reúne 68 costureiras de regiões periféricas e seus entornos. Dez delas estão em Paraisópolis, costurando em suas casas.

Até o momento, 16 mil máscaras foram confeccionadas, 10 mil das quais endereçadas à favela, sem contar outras doadas, segundo os cálculos da paraense Suéli do Socorro Feio, 49, que há cinco anos vive ali. Ela e a maranhense Maria Nilde Santos, 55, 20 deles em Paraisópolis, estão à frente do projeto social.

“Uma máscara é vendida por aqui a R$ 7,40, R$ 8. Com esse dinheiro, o morador compra quase 1 kg de frango”, compara Socorro.

A distribuição dos donativos é feita pelos recém-criados presidentes de rua. São 609 deles espalhados pela comunidade. Cada um recebe um kit com 50 máscaras, devidamente higienizadas, acompanhadas por uma espécie de manual de uso e limpeza.

A situação, porém, torna-se grave quando falta água. Moradores relatam que ela acaba diariamente à noite, assim como ocorre aos sábados e domingos, em pontos distintos do bairro, recortado por 23 ruas e 2.000 vielas.

A Sabesp diz que há imóveis em áreas informais que necessitam de regularização e urbanização e que, nessas áreas, por lei, não pode atuar.

“O problema maior aqui é a carência. Não existe uma política pública voltada para as favelas”, critica o líder comunitário Gilson Rodrigues, 36, baiano de Itambé, presidente da União de Moradores e Comerciantes de Paraisópolis.

“As pessoas estão largadas à própria sorte.” Ainda assim, não perde a esperança: “Mas, com o envolvimento de moradores e apoiadores, vamos levar máscara a 100% da favela”.

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte www1.folha.uol.com.br

Kayky Brito preocupa seguidores ao aparecer com roupa hospitalar · Notícias da TV- Blog Giga Medical

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Kayky Brito preocupou seus fãs na tarde desta quinta-feira (21) ao aparecer com uma roupa hospitalar e máscara em uma foto compartilhada nas redes sociais. Os internautas se assustaram com a vestimenta. “Você está bem? Não posso ficar sem o amor da minha vida. Por favor, fique bem”, comentou Junior Campiano. Aos seus seguidores, o ator informou que foi apenas fazer exames médicos.

O ator, que atuou em Verão 90 (2019), da Globo, tirou o dia para fazer um check-up. No Instagram, ele publicou uma foto curiosa antes dos exames. “A tal da ressonância e ultrassom para o ombro e quadril. Claustrofobia”, escreveu na legenda do registro. 

Rapidamente, seu público se preocupou com o fato de ver o ator com a máscara e roupa hospitalar. “Você estourou algum ligamento?”, questionou Vani Maier. “Na virilha foi estiramento”, respondeu o ator. 

Para despreocupar os fãs, Brito passou a responder alguns comentários dos seguidores. “A posição da RM [ressonância magnética] do ombro é chatinha. Eu já fiz. O barulho também incomoda, mas faz parte”, escreveu Ricardo Rodrigues. “Uma trilha sonora diferente, realmente”, disse o artista. 

“Nunca assista The Good Doctor antes de uma ressonância. Na série, eles sempre descobrem algo errado”, indicou Lucas Esquivel. “Obrigado pela dica. Na real, espero não fazer nunca mais”, agradeceu o galã. 

Em dezembro, Brito deu um susto na família na noite de Natal. O ator sentiu dores no joelho e tomou remédio. Mas, além de piorar, teve fortes reações alérgicas ao medicamento. A família precisou sair correndo para levá-lo ao hospital. 

Veja publicação de Kayky Brito no Instagram:




Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte noticiasdatv.uol.com.br

Jovem de Jundiaí faz selfie sem máscara ao lado de mãe internada em hospital e gera revolta- Blog Giga Medical

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Um jovem gerou revolta na internet após publicar uma selfie ao lado da mãe internada em um hospital de Jundiaí. Na publicação, ele afirmava que não iria usar a máscara de proteção dentro da unidade.

Na postagem feita no domingo (17), o rapaz dizia que não ia “se curvar ao Globalismo” e fez ofensas à Organização Mundial da Saúde (OMS).

O rapaz foi abordado pela equipe de segurança que pediu para colocar o equipamento de proteção. No entanto, ele se negou.

A publicação causou indignação de milhares de internautas no Twitter.

Horas após a repercussão negativa, ele apagou a publicação e fez um pedido de desculpas.

“Reconheço que agi de maneira imprópria. Me desculpe os que se sentiram agredidos com isso. Temos que tomar cuidados necessários. Mas sem exageros. Me expressei mal. Me desculpem mais uma vez”, escreveu.

Com informações do portal de notícias ‘G1’.



Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte tribunadejundiai.com.br

Morador que não usar máscara será multado em R$ 1.045 em Assis Chateaubriand- Blog Giga Medical

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

O Gabinete de Crise para enfrentamento à covid-19 de Assis Chateaubriand definiu que moradores flagrados sem máscaras serão multados no município.


Nesta quarta (20) e quinta-feira (21), com apoio da Polícia Militar, servidores realizaram um trabalho de abordagem a motoristas, motociclistas e pedestres com o objetivo de orientar que não usar máscara facial para sair de casa poderá acabar em multa a partir de R$ 1.045,00. 


A medida passa a valer a partir desta sexta-feira (22), quando será intensificada a fiscalização e aplicadas multas, em cumprimento ao decreto municipal que tornou obrigatório o uso da proteção individual. 

Decisão

Essa decisão mais rígida foi tomada pelos membros do Gabinete de Crise, com apoio do Ministério Público, vindo de acordo com a necessidade de intensificar a prevenção, uma vez que as autoridades sanitárias do país preveem que o período mais crítico da doença deve ser em junho, quando começa o inverno brasileiro.


A multa a quem desobedecer ao decreto será aplicada à pessoa física e, caso o cidadão se recuse a passar as informações ao fiscal, a Polícia Militar será acionada.



Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte umuarama.portaldacidade.com

Estátuas de dinossauros ganham máscaras contra Covid-19 em cidade reconhecida por fósseis | São José do Rio Preto e Araçatuba- Blog Giga Medical

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

As estátuas de dinossauros de Uchoa (SP), município com seis casos positivos de coronavírus e uma morte causada pela Covid-19, ganharam máscaras.

Segundo a prefeitura, elas foram colocadas pela Diretoria Municipal de Turismo, por meio do Museu de Paleontologia Pedro Candolo, nesta quarta-feira (20).

Máscara foi colocada por funcionários de Uchoa — Foto: Divulgação/Prefeitura de Uchoa

O objetivo da ação é conscientizar os moradores sobre a necessidade de utilizar máscara para evitar contágios do novo coronavírus.

O uso do equipamento de segurança passou a ser obrigatório em todo o estado São Paulo no dia 7 de maio, por determinação do governador João Doria.

Estátuas ganharam máscara em Uchoa — Foto: Divulgação/Prefeitura de Uchoa

A cidade de Uchoa é conhecida nacionalmente pelas escavações de fósseis de dinossauros e animais que habitaram a região durante o período cretáceo.

No município, existe o Museu de Paleontologia Pedro Candolo. Atualmente, há cerca de 600 fósseis de animais pré-históricos em exposição. Todos foram encontrados na região.

Reprodução de como seria o Thanos e fóssil encontrado dele — Foto: Reprodução/TV TEM

Confira os dinossauros que viviam na região de Uchoa

  • Titanossauro: Era herbívoro com mais de 20 metros de comprimento. Fósseis foram encontrados em toda a região noroeste paulista, sendo o maior acervo do museu. Tinha o pescoço e a cauda alongados, andava por toda região em busca de alimento.
  • Megaraptora: Animal carnívoro e tinha cerca de 10 metros de altura. Fóssil de uma vértebra e possíveis dentes foram encontrados na região de Ibirá. Era o topo da cadeia alimentar na região e tinha garras potentes.
  • Thanos Simonattoi: Parente distante do T-Rex, tinha cerca de 5 metros de altura e era carnívoro. Fóssil de vértebra encontrado em Ibirá. Tinha as patas dianteiras bem curtas.
  • Maniraptora: Outro animal carnívoro e tinha cerca de dois metros de comprimento. Diferente dos outros dinossauros, esse era coberto por penas. Foram encontrados dentes e vértebras na região toda.
  • Outros animais: além de dinossauros, na região também viviam outros tipos de animais, como peixes e crocodilos pré-históricos, como o baurussuquídeo, peirossaurídeo e o esfagessaurídeo.

Fóssil que mede cerca de dois centímetros foi encontrado em um sítio da região de Ibirá — Foto: Divulgação/Angélica Fernandes

Vértebra de dinossauro é encontrada no interior de SP — Foto: Arquivo Pessoal

Titanossauro (pescoço longo), megaraptora, maniraptores (pequeno à frente), crocodilos e o Thanos: animais que viviam no interior de SP há 80 milhões de anos — Foto: Marcos Lavezo/G1

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte g1.globo.com

Uber utiliza ferramenta que identifica o uso de máscara pelos motoristas parceiros- Blog Giga Medical

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

A Uber começa a implementar esta semana novos recursos de segurança para diminuir os riscos de contágio com o novo coronavírus para quem precisa se deslocar usando o aplicativo. Para que os motoristas parceiros possam realizar viagens, será necessário que eles passem por um checklist online que inclui uma selfie que verifica o uso da máscara. A empresa incluiu também novas regras como viagens utilizando somente o banco traseiro e janelas abertas durante o trajeto – que fazem parte do checklist de medidas a que o usuário também terá de responder. As novas ferramentas foram anunciadas em evento global na semana passada.

Com as medidas, o uso de máscaras se torna obrigatório para todos que dirigem ou utilizam o aplicativo da Uber nesse momento de pandemia. Isso ajuda a proteger e cuidar da saúde daquelas pessoas que ainda precisam se deslocar pela cidade, seguindo as recomendações das autoridades de saúde*. Com isso, todos os usuários precisarão passar por um checklist diariamente confirmando que estão tomando as precauções devidas, como o uso de máscara, utilização do banco traseiro do carro, janelas abertas para ventilação, além da higienização. Conteúdos educativos produzidos em parceria com a Organização Mundial da Saúde reforçarão as mensagens de higiene e segurança junto aos usuários e motoristas parceiros.

“Sabemos que, mesmo com as recomendações de isolamento, muitas pessoas ainda precisam utilizar a nossa plataforma para manter a comunidade em movimento e gerar renda para suas famílias. Por isso, a saúde e segurança de quem precisa utilizar a Uber nesse momento é a nossa maior prioridade e a chegada desses novos recursos dá mais um passo nesse sentido”, afirma a diretora-geral da Uber no Brasil, Claudia Woods.

Os motoristas parceiros ainda poderão cancelar as viagens, sem impacto no índice de cancelamento, caso não se sintam seguros no momento do embarque, inclusive se o usuário não estiver usando uma máscara. O usuário também pode cancelar sem qualquer tipo de taxa caso o motorista não esteja utilizando máscara. Além disso, usuários e motoristas parceiros avaliarão um ao outro no quesito de higiene no final de cada viagem.

A Uber disponibiliza desde o início da pandemia os recursos para que motoristas parceiros possam adquirir máscaras e produtos desinfetantes como álcool em gel sem custo adicional. A empresa possui um time global que realiza e acompanha ações para prevenir riscos de acordo com a determinação dos órgãos de saúde locais. No Brasil, a Uber segue divulgando recomendações das autoridades de saúde para todos os seus parceiros eusuários.

Confira abaixo as mudanças e novos recursos de segurança:

• Motoristas parceiros precisam passar por uma checagem com uma selfie** para saber se estão utilizando uma máscara, além de um checklist sobre as medidas de segurança adequadas para realizar viagens. Os entregadores parceiros também precisam seguir um checklist de cumprimento de regras para ficar online.

• Usuários também precisarão passar por um checklist em que se comprometem a tomar as medidas solicitadas de prevenção ao coronavírus antes de conseguir pedir uma viagem

.• Com a limitação do uso apenas do banco traseiro, cada viagem com o app da Uber terá menos um assento de passageiro disponível. Por exemplo, as viagens com o UberX podem ter no máximo 3 usuários.

• As janelas devem estar sempre abertas durante toda a viagem para permitir a circulação de ar dentro do veículo.

• Ao final da viagem, motoristas parceiros e usuários se avaliarão no quesito de higiene. Caso eles possuam avaliações insatisfatórias, receberão conteúdos educativos com foco em práticas de limpeza e higiene, podendo ser desativados da plataforma caso o comportamento persista.

• Motoristas parceiros receberão conteúdos educativos produzidos em parceria com a Organização Mundial da Saúde sobre como utilizar uma máscara, lavar as mãos e limpar o carro. Alguns deles também serão recomendados para os usuários da plataforma no formato de vídeo e notificações no app.



Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte www.osaogoncalo.com.br

Mostre que você é legal e use máscara, defende campanha- Blog Giga Medical

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Se você precisar sair de casa, use máscara. Mostre que, por trás dela, existe uma pessoa legal.

Esse é o mote da campanha da Abap (associação Brasileira das Agências de Publicidade) e da Fenapro (Federação Nacional das Agências de Propaganda). Juntas, defendem que quem se importa com as pessoas que ama adota o item de proteção.

Estudos indicam que o uso da máscara colabora na redução da possibilidade de contaminação pelo novo coronavírus. Higiene das mãos, cuidados ao tossir e espirrar e isolamento social também contribuem.

Campanha Abap Use Máscara

Crédito: DivulgaçãoUse máscara para mostrar que você é uma pessoa legal, defende campanha

Segundo o presidente nacional da Abap, Mario D’Andrea, “uma das missões da publicidade é informar e orientar sobre medidas que tragam benefícios para a qualidade de vida da população”. E completa: “A publicidade tem essa força multiplicadora e orientadora”.

A campanha conta com um filme de 30 segundos. Além dele, foram produzidos peça para jornal e revista, mídia OOH e material para mídia online.

Máscaras sociais não têm finalidade médico-cirúrgica, mas estudos apontam como uma medida eficiente de proteção adicional ao distanciamento social, além, é claro, da higiene das mãos e dos cuidados ao espirrar. “Mostre Que Por Trás De Uma Máscara Tem Alguém Legal”! pic.twitter.com/x4MQkMRCtk

— Abap Nacional (@abapnacional) April 25, 2020

As peças foram exibidas em mobiliários urbanos, aeroportos, trens, metrôs, edifícios comerciais e residenciais.

Campanha Abap Use Máscara

Crédito: DivulgaçãoCampanha inclui peça para jornal e revista, mídia OOH e material para mídia online

A criação da campanha é dos publicitários Mario D’Andrea e Filipe Cuvero e tem produção da agência Dentsu.

Conta com o apoio de diversas entidades: Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão), ANJ (Associação Nacional de Jornais), Aner (Associação Nacional das Editores de Revistas), ABOOH (Associação Brasileira MídiaOut Of Home), ABTA (Associação Brasileira de TV por Assinatura), CENP(Conselho Executivo das Normas-Padrão) e IAB Brasil (InteractiveAdvertising Bureau).



Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte catracalivre.com.br

Vereadores de Taboão aprovam lei que determina uso obrigatório de máscara de proteção facial- Blog Giga Medical

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Foi aprovado por unanimidade de votos, o projeto de lei 018/2020 que entrou em regime de urgência na 11ª sessão ordinária da Câmara Municipal de Taboão da Serra, realizada na terça-feira, 19/05, de autoria do colegiado de vereadores, que dispõe sobre o uso obrigatório de máscara de proteção facial em decorrência do enfrentamento da emergência de saúde pública durante a pandemia de COVID-19, no âmbito do município.

Os vereadores de Taboão frisaram e defenderam que as máscaras de proteção são importantes para evitar a propagação do coronavírus.

O presidente da Câmara, vereador Marcos Paulo, ressaltou que a aprovação da legislação é mais uma medida para promover o bem estar e proteger a população. “O uso de máscaras ajudam na prevenção contra o coronavírus, pois funcionam como barreira para a propagação da doença e por isso, nós vereadores aprovamos a obrigatoriedade em Taboão da Serra, nas vias públicas, espaços abertos ao público, estabelecimentos comerciais, interior de órgãos públicos, em veículos, transporte público e também em transportes de aplicativos. Estamos acompanhando e fiscalizando a ação da prefeitura de produção voluntária das máscaras e a distribuição gratuita a população e essas medidas somam com as outras ações executadas no combate ao COVID-19”.

De acordo com a legislação, todos os indivíduos que circularem na cidade terão a obrigatoriedade do uso de máscara, em espaços abertos ao público, interior de órgãos públicos, estabelecimentos privados, comerciais, industriais, prestadores de serviços, nos veículos, transportes públicos e também em transporte de aplicativo.

A fiscalização será realizada pela Vigilância Sanitária e Epidemiológica, Polícia Civil, Polícia Militar e Defesa Civil com caráter educativo pelo período de 7 dias e após o prazo será aplicada multa.

Assessoria de Imprensa Câmara Municipal de Taboão da Serra

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte www.otaboanense.com.br

Seguindo o exemplo: 99 tambm vai verificar o uso de mscara pelo motorista- Blog Giga Medical

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Após o Uber anunciar algumas medidas de proteção, como solicitar a comprovação de uso de máscaras pelo motorista e pelos passageiros, além de outras verificações de segurança, o 99 anunciou que a partir da próxima segunda feira, 22 de maio, também passará a fazer essa verificação.

A comprovação será feita pelo motorista, que deverá enviar uma selfie que comprove que estão utilizando máscaras. O motorista que não seguir a exigência ou que não estiver utilizando o equipamento de proteção poderá ser suspenso, caso o usuário – que também deverá utilizar máscara – faça uma denúncia.

Para comprovação do uso de máscaras, o aplicativo utilizará inteligência artificial. Esse método já é utilizado na China pela DiDi – proprietária do aplicativo 99 – desde janeiro e agora o Brasil, Austrália, Japão e outros países da América Latina também se juntam ao país e também adotam essa medida.

O aplicativo anunciou ainda que a partir de junho os motoristas terão que informar periodicamente a sua temperatura corporal, além de enviar fotos que comprovem a limpeza do carro.

A empresa anunciou que tanto o passageiro, quanto o motorista poderão cancelar a viagem caso não se sintam à vontade ou seguros em relação à viagem.

Vale ressaltar que desde março a 99 oferece um auxílio de pelo menos R$300 para motoristas e entregadores que precisem ficar de quarentena ou caso testem positivo para o novo coronavírus. O valor é definido pela média de ganho diário entre os meses de setembro de 2019 e fevereiro deste ano.

Os entregadores que utilizam o serviço 99 Food também deverão comprovar a utilização de máscaras.

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte www.tudocelular.com