Vila Nova de Gaia tem três espaços para receber doentes Covid e aliviar hospitais

Blog Giga Medical

Vila Nova de Gaia tem três espaços para receber doentes Covid e aliviar hospitais

A Câmara de Vila Nova de Gaia tem disponíveis três espaços para receber doentes covid-19, afastada a hipótese de reativar no Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia / Espinho o hospital de campanha, disse hoje o presidente da câmara.

“Neste momento acho que um hospital de campanha está fora de hipótese porque é muito mais fácil montar um na primavera/verão do que no outono/inverno”, disse Eduardo Vítor Rodrigues no final da reunião do município.

Em contrapartida, acrescentou, existe “a cedência de espaços, como a Casa do Bombeiro, na Aguda, ou centro de hospedagem do Parque Biológico e, se necessário, o Centro de Alto Rendimento, na Lavandeira, para ceder ao hospital. E aí tem tudo, casas de banho, aquecimento, é um edifício, não uma tenda”.

Frisando que à câmara compete “disponibilizar [espaços] e não meter lá pessoas”, tarefa que “cabe às autoridades de saúde”, o autarca socialista acrescentou que as instalações na Lavandeira “tem capacidade para meter cerca de 40 pessoas”, um número que cresce “para mais 12” fruto da oferta na Aguda.

“Temos uma boa estrutura concelhia de apoio e que se houver necessidade não irá servir só os gaienses”, disse.

Sobre a elevada taxa de ocupação no Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia / Espinho, Eduardo Vítor Rodrigues precisou ser esta, “também, uma ocupação do sistema hospitalar”.

“Há 15 dias que estamos a receber gente de Penafiel [Hospital Padre Américo]. Ou seja, Gaia está como está, mas não é por incapacidade, é porque há a interdependência, como, se um dia Gaia atingir o limite haverá o São João e o Santo António que recebam, e é bom que seja assim”, sustentou.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,2 milhões de mortos e mais de 46,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.590 pessoas dos 146.847 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.



Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte portocanal.sapo.pt

Estado pagou R$ 75 milhões em leitos exclusivos para Covid-19 – COTIDIANO

Blog Giga Medical


Desde 26 de março, quando começou a implantação de leitos exclusivos para atendimento a pacientes suspeitos e ou confirmados com a Covid-19, o Paraná já pagou R$ 75,6 milhões para os hospitais que fazem parte do plano de atendimento exclusivo ao novo coronavírus.

“Seguindo a orientação do Governo do Estado, priorizamos o atendimento aos paranaenses, criando os leitos exclusivos para os pacientes suspeitos ou confirmados com a doença. Sete meses após o início da pandemia no Paraná, podemos afirmar que nenhum paciente que precisou de um leito ficou desassistido”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Inicialmente, o plano contemplava 264 leitos, sendo 52 de UTI e 212 de enfermaria. O Paraná soma atualmente 2.415 leitos exclusivos – 1.042 UTI Adulto, 1.271 enfermaria adulto, 44 UTI pediátrica e 58 enfermaria pediátrica. Ao todo, 24.154 pacientes já foram internados nestes leitos.

“Praticamente dobramos a rede hospitalar com a criação de novos leitos. Já pagamos R$ 75 milhões e a estimativa é que até o final deste ano repassemos pelo menos mais R$ 134 milhões devido ao tempo necessário para processamento e auditoria dos atendimentos”, acrescentou o secretário. 

Desativação

De acordo com a redução da taxa de ocupação e queda do número de casos confirmados em algumas cidades, leitos são desativados, com o objetivo de economizar diárias que não estavam sendo utilizadas, permitindo o redirecionamento para atendimento geral às emergências e atendimento eletivo.

“É necessário disponibilizar leitos para atendimento, porém não é possível manter o custeio indefinidamente destes leitos, cuja necessidade já não se mostra evidente, como era no início da pandemia, onde tínhamos um crescimento importante do número de paciente contaminados e necessidade de tratamento hospitalar”, explicou o diretor de Gestão em Saúde da secretaria, Vinícius Filipak.

“Sendo assim, com a mudança deste cenário, elaboramos um plano de desativação destes leitos, com critérios de baixa ocupação e menor índice de transmissão, mas garantindo um quantitativo suficiente para atendimento seguro à população”, acrescentou o diretor.

Ainda segundo ele, dependendo do cenário epidemiológico da doença, estes leitos podem ser reabertos. “Da mesma maneira que o plano indica a desativação, ele também considera que se o número de casos e a taxa de ocupação subirem consideravelmente estes leitos podem ser reabertos rapidamente”, disse.

A primeira desativação ocorreu em 1º de setembro. Até 3 de novembro, 681 leitos serão desativados, sendo 187 leitos de UTI adulto, 21 de UTI pediátrica, 438 de enfermaria adulto e 35 de enfermaria pediátrica. A estimativa é que o custo mensal desta quantidade de leitos some em média R$ 14,2 milhões.

Esta estratégia já estava prevista no plano de enfrentamento da pandemia no Estado e consta na deliberação nº 143 de 3 de setembro da Comissão Intergestores Bipartite do Paraná (CIB/PR).

Com informações de Agência Estadual de Notícias



Facebook


WhatsApp




Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte aquiagora.net

Campinas ampliará testes de covid-19 para contactantes – cotidiano

Blog Giga Medical







Campinas vai ampliar testagem para familiares e colegas de trabalho de assintomáticos (Foto: Denny Cesare/Código19) 

Campinas vai ampliar a aplicação de testes PCR de covid-19 para contactantes de pacientes assintomáticos do novo coronavírus. De acordo com a Prefeitura de Campinas, foram disponibilizados 20 mil exames PCR pelo Ministério da Saúde e eles serão utilizados em familiares e colegas de trabalho dos infectados sem sintomas.

A informação foi divulgada em transmissão ao vivo do prefeito Jonas Donizette (PSB) na tarde desta quarta-feira (14). Essa testagem a mais nos contactantes ainda não tem data para começar, pois o pedido dos kits extras foi feito ao governo federal nesta semana.

Atualmente, segundo o secretário de Saúde Carmino de Souza, o acordo com o Instituto Butantan prevê a realização do exame apenas em pacientes com sintomas gripais. Com o reforço de testes do Ministério, a proposta agora é expandir a testagem para os contactantes do paciente assintomático.

“Queremos quebrar de uma vez por todas a cadeia de transmissão. É o último elo dessa corrente. Hoje a gente para no sintomático”, disse ele. Carmino explicou ainda que o PCR detecta o vírus de forma precoce.

“É o exame mais precoce, pois são poucos dias de persistência de vírus, de 5 a 7 dias. Muitas pessoas têm o vírus e são assintomáticas. Além disso, tem os pré-sintomáticos, que é quando a pessoa tem o contato, alberga o vírus, não tem sintoma e só vai ter em 3, 4 dias depois. Por isso, esse exame detecta a fase aguda da doença”, disse.

Ainda de acordo com a Prefeitura, a proposta é expandir essa testagem para outras cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas). “Conversei com a DRS (Departamento Regional de Saúde) 7 (de Campinas) e queremos que esse número de testes seja expandido”, afirmou.

O prefeito disse ainda que hoje de cada 10 testes PCR realizados em Campinas, apenas um dá positivo. A cidade confirmou hoje ainda mais 8 mortes e passou dos 35 mil casos de covid-19.

OXÍMETRO

Ainda na live desta quarta-feira, a Prefeitura divulgou balanço do programa piloto a de testagem em massa na população idosa utilizando oxímetros – aparelho que mede a oxigenação no sangue. A intenção é identificar pacientes com mais de 60 anos que possam estar infectados com o novo coronavírus.

Segundo a Administração, até o momento 486 pacientes já foram monitorados, sendo que destes 11 chegaram a ser internados e nenhum faleceu. O programa foi implantado na região Sudoeste de Campinas, no distrito do Ouro Verde. A princício, dois Centros de Saúde fariam o acompanhamento, mas depois o plano foi expandido para toda a região.

O projeto, segundo Carmino, se mostrou factível e barato. Ele é feito acompanhando a queda na saturação do oxigênio no sangue, um dos principais indicativos da forma grave da covid-19. Em alguns casos, os agentes de saúde faziam acompanhamento por telefone ou faziam visitas aos pacientes. Em outros, eles acompanhavam sozinhos o oxímetro.

“Acredito que salvamos vidas. Nós identificamos pessoas que não saberíamos (sem o oxímetro) dessa hipoxemia silenciosa. Eles foram monitorados mais de perto. Alguns deles não foram internados em uti e receberam alta”, disse a diretora do Devisa (Departamento de Vigilância em Saúde), Andrea Von Zuben.

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte www.acidadeon.com

Máscara não é desculpa para mau hálito

Blog Giga Medical

São várias as causas do mau cheiro na boca. Saiba como agir para resolver o problema de uma vez por todas

Máscara não é desculpa para mau hálito

Reprodução/Freepik

As máscaras têm sido nossas aliadas na prevenção do coronavírus e o acessório deve permanecer por mais algum tempo como medida de segurança, bem como o afastamento social. Mas nem o distanciamento entre as pessoas e o uso do EPI é desculpa para descuidar dos hábitos de higiene. De acordo com a Associação Brasileira de Pesquisas dos Odores Bucais, quatro em cada dez brasileiros têm halitose e a dúvida que fica é: o que causa o mau hálito? Dr. Paulo Zahr, dentista e presidente da OdontoCompany, explica como surge o problema e quais os hábitos devemos manter para nos livrar deste incômodo.

Sujeira na língua

A maior parte dos problemas de mau hálito se associa à sujeira na língua, região onde o acúmulo de bactérias produz uma cor esbranquiçada ou amarelada, além do odor característico. Para tratar essa causa, a pessoa deve usar um limpador específico, que consegue remover os restos de alimento ao pressionar o órgão responsável pelo paladar em movimentos de trás para frente.

Cáries

Doenças na boca também podem provocar mau cheiro, como é o caso de cáries, gengivite, placas bacterianas e até periodontite (infecção na gengiva que pode destruir o osso maxilar). O principal motivo são as bactérias, que, ao se desenvolverem, produzem o odor estranho. O tratamento depende do diagnóstico do dentista, mas também pode envolver cuidados com a higiene bucal.

Má alimentação

Se você não tem horários bem regulados para se alimentar, corre maior risco de ter halitose. Pessoas que ficam sem comer por um período superior a cinco horas, tendem apresentar o odor, motivo que justifica o mau hálito ao acordar. Para contornar a situação, não deixe de fazer uma refeição no período entre três e quatro horas e mantenha-se hidratado. “Alguns alimentos, como a couve galega, couve-flor e brócolis ajudam a formar enxofre no organismo, substância que favorece a eliminação de gás pela boca. Mastigar alho e cebola também podem deixar um forte odor no local. Então, se tiver alguma reunião presencial ou um encontro, uma sugestão é evitar esse consumo no dia”, avisa Zahr.

O hábito de fumar

Uma das consequência do uso do cigarro é a secura que causa na boca, que ocorre devido a diminuição da produção normal de saliva. O resultado é que, sua função de proteger e limpar a microflora bucal é afetada, incidindo diretamente no odor.

Condições médicas

Em decorrência da gastrite ou má digestão, problemas no estômago provocam comumente a eructação, cujos gases chegam à boca e contribuem para o mau hálito. Outro motivo que leva ao odor é a diabetes, pois um dos sintomas da doença é o hálito cetônico, que provém da formação indevida de corpos cetônicos em alta quantidade no organismo. “O mal-estar pode ser causado, ainda, por infecções na garganta e sinusite. Se esse for o caso, fazer gargarejos com água e sal são uma indicação para remover o pus e diminuir o incômodo”, recomenda o especialista.

Como tratar?

O primeiro passo é recorrer a boa higiene bucal, com a escovação de duas a três vezes por dia ou sempre após as refeições e uso de fio dental, que elimina restos de comida e acaba com a formação de placa bacteriana, e do enxaguante bucal apropriado. Se ainda insistir os sintomas, vale recorrer ao dentista, que poderá indicar um tratamento específico. “Com o acompanhamento clínico, você pode usar enxaguante bucal antisséptico específico para acabar com os germes do mau hálito, principalmente se os vilões forem a sujeira na língua e os restos de alimento na boca”, afirma o profissional, que também sugere o aumento na ingestão de água, redução no consumo de álcool, café e bebidas ácidas.

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte paranashop.com.br

N95 Partículas Respiradores Insights de mercado, tamanho, crescimento futuro, Demand, Share, prevista para crescer até 2020, com Análise Competitiva das Melhores Jogadores 2025 – Actual Penacova

Blog Giga Medical

http://actualpenacov.com

Maior mercado N95 Partículas Respiradores (2020-2026) status e posição de todo o mundo e regiões-chave, com perspectivas de fabricantes, regiões, tipos de produtos e indústrias finais; Este relatório analisa as empresas de nível superior em todo o mundo e regiões principais, e divide o mercado N95 Partículas Respiradores por tipo de produto e aplicações / fim industries.The N95 Partículas Respiradores processo de pesquisa de tendências de mercado inclui a análise de diferentes fatores que afetam o setor, com a política do governo, cenário competitivo, dados históricos, ambiente de mercado, tendências presentes no mercado, tecnologias futuras, a inovação tecnológica eo progresso técnico na indústria relacionada, e riscos de mercado, barreiras de mercado, oportunidades e desafios.

Obter uma amostra PDF do relatório em @ www.360researchreports.com/enquiry/request-sample/16491699

O mercado global N95 Partículas Respiradores está prevista a subir a um ritmo considerável durante o período de previsão, entre 2020 e 2026. Em 2020, o mercado estava crescendo a uma taxa constante e com a adoção crescente de estratégias de jogadores-chave, o mercado deverá subir sobre o horizonte projetado.

A pesquisa global N95 Partículas Respiradores mercado 2020 fornece uma visão geral da indústria, incluindo definições, classificações, aplicativos e estrutura de cadeia da indústria. A análise global N95 Partículas Respiradores Market Share é fornecido para os mercados internacionais, incluindo tendências de desenvolvimento, análise de cenário competitivo, e estado de desenvolvimento regiões-chave. políticas e planos de desenvolvimento são discutidos, bem como a fabricação de processos e estruturas de custos também são analisados. Este relatório também afirma importação / exportação consumo, fornecimento e Figuras demanda, custo, preço, receitas e margens brutas. Para cada fabricante coberto, este relatório analisa o seu fábricas N95 Partículas Respiradores, capacidade de produção, preço à saída da fábrica, receitas e quota de mercado no mercado global.

Relatório Global N95 Partículas Respiradores Mercado 2020 fornece exclusivos vitais estatísticas, dados, informações, tendências e competitivos detalhes da paisagem neste sector de nicho.

Para Know How COVID-19 Pandemic Will Impact N95 Partículas Respiradores Mercado / Request Indústria- um exemplar do relatório @ www.360researchreports.com/enquiry/request-covid19/16491699

Lista dos melhores jogadores CHAVE em N95 Partículas Respiradores Relatório de Mercado são –
Key players in the global N95 Particulate Respirators market covered in Chapter 5:
DACH
Owens and Minor
Kimberly-clark
Honeywell
Ansell
CM
Yuanqin
Gerson
Winner
Cardinal Health
Uvex
McKesson
Shanghai Dasheng
Hakugen
3M

In Chapter 6, on the basis of types, the N95 Particulate Respirators market from 2015 to 2025 is primarily split into:
Flat-fold Type
Cup Style

In Chapter 7, on the basis of applications, the N95 Particulate Respirators market from 2015 to 2025 covers:
Individual
Medical Institutions
Others

O relatório também se concentra em grandes empresas do setor líder global de mercado global N95 Partículas Respiradores fornecendo informações tais como perfis de empresas, imagem do produto e especificação, capacidade de produção, preço, custo, receita e informações de contato. Este relatório centra-se na N95 Partículas Respiradores Mercado Tendência, volume e valor a nível global, regional e nível da empresa. De uma perspectiva global, este relatório representa geral Tamanho N95 Partículas Respiradores mercado através da análise de dados históricos e perspectiva futura.

Com tabelas e figuras ajudando analisa todo o mundo global N95 Partículas Respiradores Market Forecast fornece estatísticas importantes sobre o estado da indústria e é uma valiosa fonte de orientação e direção para empresas e indivíduos interessados no mercado.

Informe-se antes de comprar este relatório @ www.360researchreports.com/enquiry/pre-order-enquiry/16491699

Com base produto, este relatório exibe a taxa de produção, receita, preço, participação de mercado e crescimento de cada tipo, dividida principalmente em
TTTTT

Com base dos usuários finais / aplicações, este relatório centra-se sobre o estado e perspectivas para os principais aplicativos / usuários finais, consumo (vendas), participação de mercado e taxa de crescimento para cada aplicação, incluindo
AAAAA

As principais questões respondidas no relatório:
• Qual será a taxa de crescimento do mercado N95 Partículas Respiradores?
• Quais são os principais fatores que impulsionam o mercado global N95 Partículas Respiradores?
• Quem são os principais fabricantes no espaço de mercado N95 Partículas Respiradores?
• Quais são as oportunidades de mercado, risco de mercado e visão do mercado do mercado N95 Partículas Respiradores?
• Quais são as vendas, receita e análise de preços dos principais fabricantes de mercado N95 Partículas Respiradores?
• Quem são os distribuidores, comerciantes e distribuidores de mercado N95 Partículas Respiradores?
• Quais são as oportunidades de mercado N95 Partículas Respiradores e ameaças enfrentadas pelos fornecedores na indústria global N95 Partículas Respiradores?
• Quais são as vendas, receita e análise de preços por tipos e aplicações de N95 Partículas Respiradores Indústria?
• Quais são as vendas, receita e análise de preços por regiões da indústria N95 Partículas Respiradores?

Adquirir este relatório (Preço 3500 USD por licença de usuário único) @ www.360researchreports.com/purchase/16491699

Principais Destaques do TOC:

1 N95 Partículas Respiradores Visão Geral do Mercado

1.1 Visão geral do produto e Âmbito de N95 Partículas Respiradores

1,2 N95 Partículas Respiradores Segmento por Tipo

1.2.1 global N95 Partículas Respiradores Vendas Taxa de Crescimento Comparação por Tipo (2021-2026)

1.2.2 10 mg

1.2.3 20 mg

1.2.4 30 mg

1.3 N95 Partículas Respiradores Segmento de Aplicação

1.3.1 N95 Partículas Respiradores Vendas Comparação por Aplicação: 2020 VS 2026

1.3.2 Hospitais

1.3.3 Clínicas

1.3.4 Outros

1,4 global N95 Partículas Respiradores Mercado estimativas de tamanho e Previsões

1.4.1 global N95 Partículas Respiradores Receita 2015-2026

1.4.2 global N95 Partículas Respiradores Vendas 2015-2026

1.4.3 Tamanho N95 Partículas Respiradores Mercado da Região: 2020 Versus 2026

1.5 Indústria N95 Partículas Respiradores

1,6 N95 Partículas Respiradores tendências do mercado

2 Concorrência N95 Partículas Respiradores mercado global pelo Fabricantes

2.1 maior mercado N95 Partículas Respiradores Sales Compartilhar pelo Fabricantes (2015-2020)

2.2 global N95 Partículas Respiradores Receita Compartilhar por fabricantes (2015-2020)

2.3 global N95 Partículas Respiradores Preço Médio por fabricantes (2.015-2.020)

2.4 Fabricantes N95 Partículas Respiradores fábricas, área servida, tipo de produto

2.5 N95 Partículas Respiradores Mercado situação de concorrência e Tendências

2.5.1 N95 Partículas Respiradores Mercado Concentração Taxa

2.5.2 Global Top 5 e Top 10 jogadores Market Share pela Receita

2.5.3 Market Share por tipo de empresa (Nível 1, Nível 2 e Nível 3)

2.6 Fabricantes de fusões e aquisições, planos de expansão

2.7 Entrevistas preliminares com chave N95 Partículas Respiradores jogadores (líderes de opinião)

3 N95 Partículas Respiradores Retrospective Mercado Cenário por Região

3.1 Cenário Global Mercado N95 Partículas Respiradores retrospectiva em Vendas da Região: 2015-2020

3.2 Cenário Global Mercado N95 Partículas Respiradores retrospectiva na Receita por Região: 2015-2020

3.3 América do Norte Facts & Figures N95 Partículas Respiradores Mercado pelo País

3.3.1 Vendas América do Norte N95 Partículas Respiradores por País

3.3.2 Vendas América do Norte N95 Partículas Respiradores por País

3.3.3 EUA

3.3.4 Canadá

3.4 Facts & Figures Europa N95 Partículas Respiradores Mercado pelo País

3.4.1 Vendas Europa N95 Partículas Respiradores por País

3.4.2 Vendas Europa N95 Partículas Respiradores por País

3.4.3 Alemanha

3.4.4 França

3.4.5 U.K.

3.4.6 Itália

3.4.7 Rússia

3,5 Ásia-Pacífico Facts & Figures N95 Partículas Respiradores Mercado por Região

3.5.1 Vendas Asia Pacific N95 Partículas Respiradores por Região

3.5.2 Vendas Asia Pacific N95 Partículas Respiradores por Região

3.5.3 China

3.5.4 Japão

3.5.5 Coreia do Sul

3.5.6 Índia

3.5.7 Austrália

3.5.8 Taiwan

3.5.9 Indonésia

3.5.10 Tailândia

3.5.11 Malásia

3.5.12 Filipinas

3.5.13 Vietnam

3,6 América Latina Facts & Figures N95 Partículas Respiradores Mercado pelo País

3.6.1 Vendas América Latina N95 Partículas Respiradores por País

3.6.2 Vendas América Latina N95 Partículas Respiradores por País

3.6.3 México

3.6.3 Brasil

3.6.3 Argentina

3.7 Médio Oriente e África N95 Partículas Respiradores Mercado Facts & Figures por País

3.7.1 Vendas Oriente Médio e África N95 Partículas Respiradores por País

3.7.2 Vendas Oriente Médio e África N95 Partículas Respiradores por País

3.7.3 Turquia

3.7.4 Arábia Saudita

3.7.5 U.A.E

4 global N95 Partículas Respiradores Análise histórica do mercado por Tipo

4.1 global N95 Partículas Respiradores Mercado Sales Compartilhar por Tipo (2015-2020)

4.2 global N95 Partículas Respiradores Receita Market Share por Tipo (2015-2020)

4.3 global N95 Partículas Respiradores Preço Market Share por Tipo (2015-2020)

4.4 global N95 Partículas Respiradores Market Share por Preço Nível (2015-2020): Low-End, Mid-Range e High-End

Pedido de Personalização @ www.360researchreports.com/TOC/16491699,TOC

5 global N95 Partículas Respiradores Historic Análise de Mercado por aplicação

5.1 global N95 Partículas Respiradores mercado de vendas Compartilhar por Aplicação (2015-2020)

5.2 global N95 Partículas Respiradores Receita Market Share por aplicação (2015-2020)

5.3 global N95 Partículas Respiradores preço pelo Application (2015-2020)

6 Figuras Empresa Perfis e na chave em N95 Partículas Respiradores Negócios

6.1 Kyowa Kirin

6.1.1 Informação Corporação

6.1.2 Kyowa Kirin Descrição, Visão geral do negócio e Receita Total

6.1.3 Kyowa Kirin N95 Partículas Respiradores Vendas, Receita e Margem Bruta (2015-2020)

6.1.4 Kyowa Kirin Produtos Oferecidos

6.1.5 Kyowa Kirin Desenvolvimento recentes

7 Custo N95 Partículas Respiradores Manufacturing Analysis

7.1 N95 Partículas Respiradoresey Raw Materials Analysis

7.1.1 Key matérias-primas

7.1.2 Key matérias-primas preço Tendência

7.1.3 principais fornecedores de matérias-primas

7.2 Proporção de Manufacturing Estrutura de Custos

7.3 Processo de Fabricação Análise de N95 Partículas Respiradores

7,4 N95 Partículas Respiradores industrial Cadeia Análise

8 marketing de canal, distribuidores e clientes

8.1 Marketing de Canal

8.2 Lista Distribuidores N95 Partículas Respiradores

8.3 Clientes N95 Partículas Respiradores

9 Mercado Dynamics

9.1 Tendências de Mercado

9.2 Oportunidades e Drivers

9.3 Desafios

Análise das Cinco Forças de Porter 9.4

10 Previsão Global de Mercado

10.1 estimativas e projeções por Tipo global N95 Partículas Respiradores Mercado

10.1.1 Vendas Globais previsto de N95 Partículas Respiradores por Tipo (2021-2026)

10.1.2 global de receita prevista de N95 Partículas Respiradores por Tipo (2021-2026)

10,2 estimativas e projeções por Aplicação N95 Partículas Respiradores Mercado

10.2.1 Vendas Globais previsto de N95 Partículas Respiradores por Aplicação (2021-2026)

10.2.2 global Receita prevista de N95 Partículas Respiradores por aplicação (2021-2026)

10.3 estimativas e projeções por Região N95 Partículas Respiradores Mercado

10.3.1 Vendas Globais previsto de N95 Partículas Respiradores por região (2021-2026)

10.3.2 global de receita prevista de N95 Partículas Respiradores por Região (2.021-2.026)

10.4 América do Norte estimativas e projeções N95 Partículas Respiradores (2021-2026)

10,5 estimativas e projeções Europa N95 Partículas Respiradores (2021-2026)

10.6 estimativas e projeções Asia Pacific N95 Partículas Respiradores (2021-2026)

10,7 estimativas e projeções América Latina N95 Partículas Respiradores (2021-2026)

10,8 Oriente Médio e África N95 Partículas Respiradores estimativas e projeções (2021-2026)

11 Pesquisa Encontrar e Conclusão

12 Metodologia e fonte de dados

Abordagem 12,1 Metodologia / Investigação

12.1.1 Research Programs / Desenho

Estimativa Tamanho 12.1.2 Mercado

Breakdown 12.1.3 Mercado e Dados Triangulação

12.2 Fonte de Dados

12.2.1 Fontes Secundárias

12.2.2 Fontes Primárias

12,3 Autor Lista

12,4 Disclaimer

Contínuo….

Benefícios N95 Partículas Respiradores mercado chave
• Este relatório fornece uma análise quantitativa dos segmentos de mercado, as tendências atuais, estimativas e dinâmica de análise de mercado N95 Partículas Respiradores 2020-2026 para identificar as oportunidades de mercado prevalecentes.
• Os países-chave em todas as grandes regiões são mapeados com base na participação de mercado.
• A previsão do mercado é oferecido juntamente com informações relativas aos condutores principais, restrições e oportunidades.
• Uma análise em profundidade das assistências de segmentação de mercado para determinar as oportunidades de mercado prevalecentes.
países • Principais em cada região são mapeadas de acordo com sua contribuição de receita para a indústria global.
• O relatório inclui uma análise da regional, bem como as tendências globais da indústria, os jogadores-chave, segmentos de mercado, áreas de aplicação, e as estratégias de crescimento do mercado.

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte actualpenacov.com

Eventos políticos no interior de Goiás registram aglomerações, pessoas sem máscaras e bombas de gás para dispersar grupos | Eleições 2020 em Goiás

Blog Giga Medical

Diversas cidades do interior do estado têm registrado aglomerações em virtude de comícios e carreatas políticas, em meio à pandemia de Covid-19. Em Itaberaí, a cerca de 90 km de Goiânia, a Polícia Militar chegou a usar bombas de gás lacrimogênio para dispersar um grupo de pessoas que se concentrava na Praça Bauduíno da Silva Costa, a principal da cidade, após carreata de uma candidata à prefeitura.

Um vídeo mostra uma multidão aglomerada na praça. A maioria das pessoas aparece sem máscara. Uma pessoa que gravou as imagens e não quis se identificar criticou: “Ninguém com máscara no meio da pandemia”.

Na gravação, é possível ver que, depois que a PM solta as bombas de gás, muitas pessoas saem correndo e a aglomeração é dispersada.

Ao G1, a assessoria da Prefeitura de Itaberaí informou que a gestão não entra em questões da Polícia Militar e que a decisão de usar ou não bombas de efeito moral são do major, que obedece aos decretos estadual e municipal para evitar a disseminação do coronavírus. Ainda segundo a assessoria, o fato ocorreu há cerca de duas semanas.

Apoiadores saíram correndo após PM soltar bombas de gás lacrimogênio, em Itaberaí, Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Em nota à TV Anhanguera, a assessoria de Gilmar disse que na época do evento não havia regulamentação na cidade e que os participantes foram orientados a usar máscaras e manter o distanciamento.

Também em Quirinópolis, um evento do candidato a prefeito Anderson de Paula (PDT) reuniu várias pessoas em uma das avenidas da cidade. Um vídeo mostra aglomeração e alguns apoiadores sem máscaras. A assessoria do candidato disse que todos os cuidados foram tomados e que vai continuar adotando os protocolos de prevenção contra a Covid-19.

Evento de candidato a prefeitura de Quirinópolis registrou aglomeração e pessoas sem máscaras, em Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

No evento do candidato a prefeito de Goianésia Pedro Gonçalves (MDB), os apoiadores não usavam máscaras e ficaram aglomerados em um espaço fechado. A reportagem não obteve retorno da assessoria do candidato.

Evento do candidato Pedro Gonçalves (MDB) reuniu diversos apoiadores em espaço fechado, em Goianésia, Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Em nota, a assessoria de Sorgatto disse que foi realizada uma reunião na qual foi respeitada o distanciamento social e que contou com uso de álcool gel e aferidor de temperatura. A assessoria do governador, por sua vez, informou que não iria se pronunciar sobre o assunto, pois Caiado era “apenas convidado do evento”.

Veja outras notícias da região no G1 Goiás.

ELEIÇÕES 2020 EM GOIÁS

VÍDEOS: coronavírus em Goiás

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte g1.globo.com

Hospital São Camilo oferece cursos para profissionais da saúde e público geral – Jornal Dia Dia

Blog Giga Medical

Foto: Grupo Mídia/Google

Em novembro, agenda conta com assuntos sobre Primeiros Socorros, Suporte Avançado de Vida Adulto e Pediátrico, Arritmia Cardíaca e Parada Cardiorrespiratória Intra-Hospitalar 

Com o objetivo de oferecer suporte teórico e prático para todos aqueles que desejam aprimorar seus conhecimentos na área da saúde, bem como promover a capacitação profissional, o Centro de Simulação e Pesquisa da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo realiza diversos cursos no mês de novembro.

Entre as opções para o público geral estão os cursos de identificação de situações de emergência e de prestação dos primeiros socorros, com aulas teóricas e práticas oferecidas em duas datas, 9 ou 12 de novembro.

Já os profissionais e estudantes da área da saúde contam com oportunidades para aprender a realizar o suporte avançado de vida adulto e pediátrico e identificar e tratar arritmias cardíacas, além de obter conhecimentos sobre atendimento de uma parada cardiorrespiratória em adultos.

As aulas acontecerão de forma presencial, seguindo todos os protocolos de segurança para evitar a propagação de Covid-19, no Centro de Simulação e Pesquisa São Camilo, localizado à Av. Pompeia, 1.050 – Vila Pompeia, zona Oeste da capital.

Confira a agenda completa abaixo e agende sua inscrição pelo site www.hospitalsaocamilosp.org.br.

SERVIÇO:

Primeiros Socorros para Leigos

Datas: 09/11

Horário: 14h às 18h

Objetivo: ensinar sobre o que são os primeiros socorros, assim como as situações e procedimentos de emergência realizados, procurando evitar o agravamento do quadro no qual a vítima se encontra.

Público-alvo: público geral

Investimento: a partir de R$ 60

Suporte Avançado de Vida Adulto Intra-Hospitalar

Data: 11/11

Horário: 8h às18h

Objetivo: capacitar os participantes para o atendimento inicial do adulto, realizando o diagnóstico das principais situações e/ou patologias e tratamento de lesões que levam à morte rapidamente, com ênfase em cardiologia. Seguirá as diretrizes institucionais e padrão internacional do Colégio Americano e ILCOR Association.

Público-Alvo: médicos, enfermeiros, graduandos de enfermagem e medicina no último semestre

Investimento: a partir de R$ 300

Primeiros Socorros para Leigos

Datas: 12/11

Horário: 18h às 21h

Objetivo: ensinar sobre o que são os primeiros socorros, assim como as situações e procedimentos de emergência realizados, procurando evitar o agravamento do quadro no qual a vítima se encontra.

Público-alvo: público geral

Investimento: a partir de R$ 60

Suporte Avançado de Vida Pediatria Intra-Hospitalar

Data: 16/11

Horário: 8h às18h

Objetivo: capacitar os participantes para o atendimento inicial de crianças, realizando o diagnóstico das principais situações e/ou patologias e tratamento de lesões que levam à morte rapidamente, com ênfase em cardiologia. Seguirá as diretrizes institucionais e padrão internacional do Colégio Americano e ILCOR Association.

Público-Alvo: médicos, enfermeiros, graduandos de enfermagem e medicina no último semestre

Investimento: a partir de R$ 300

Arritmias Cardíacas no Adulto para Não-Especialistas

Data: 18/11

Horário: 8h às 17h

Objetivo: capacitar os profissionais não especialistas em cardiologia para atendimento, visando a identificação e o tratamento das arritmias mais frequentes no pronto-socorro adulto.

Público-alvo: médicos, enfermeiros, graduandos de enfermagem e medicina no último semestre.

Investimento: a partir de R$ 200

Suporte Avançado de Vida Pediatria Intra-Hospitalar

Data: 24/11

Horário: 8h às18h

Objetivo: capacitar os participantes para o atendimento inicial de crianças, realizando o diagnóstico das principais situações e/ou patologias e tratamento de lesões que levam à morte rapidamente, com ênfase em cardiologia. Seguirá as diretrizes institucionais e padrão internacional do Colégio Americano e ILCOR Association.

Público-Alvo: médicos, enfermeiros, graduandos de enfermagem e medicina no último semestre

Investimento: a partir de R$ 300

Parada Cardiorrespiratória Intra-Hospitalar do Paciente Adulto

Data: 26/11

Horário: 8h às 12h

Objetivo: instrumentalizar para o atendimento à parada cardiorrespiratória utilizando os recursos disponíveis nas unidades hospitalares.

Público-alvo: profissionais da saúde

Investimento: a partir de R$ 80

Mais informações: (11) 3677-4405, das 9h às 17h, ou pelo e-mail: [email protected]

Sobre o Centro de Simulação e Pesquisa

O Centro de Simulação e Pesquisa tem por finalidade promover um ambiente de produção de conhecimento científico propício para o estudo e a pesquisa na área da saúde, visando qualificar e garantir atualização profissional de caráter multidisciplinar contínua e de alto padrão aos seus colaboradores e demais profissionais.

Além de instrutores competentes, a metodologia de ensino utilizada permite aos participantes o desenvolvimento de habilidades para a tomada de decisão.

Através da simulação realística, é possível aproximar o ambiente de aprendizagem à vida real, facilitando o aprendizado.

Rede de Hospitais São Camilo

A Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo é composta por três hospitais modernos na capital paulista, nos bairros da Pompeia, Santana e Ipiranga, além de um outro em Cotia, especializado em reabilitação e Cuidados Paliativos. O da Pompeia é acreditado pela Joint Commission International (JCI).

As Unidades prestam atendimentos de emergência e eletivos em mais de 60 especialidades, cirurgias de alta complexidade e transplantes de medula óssea, além de oferecerem cerca de 800 leitos e um quadro clínico de mais de 4,3 mil médicos qualificados.

Os quatro hospitais privados da Rede subsidiam as atividades de outras 40 unidades administradas pela Sociedade Beneficente São Camilo e que atendem pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde) em 15 estados brasileiros. No Brasil desde 1922, a Sociedade Beneficente, que pertence à Ordem dos Ministros dos Enfermos, fundada por Camilo de Lellis, conta ainda com 25 centros de educação, dois colégios e dois centros universitários.

Siga o Hospital São Camilo nas redes sociais: @hospitalsaocamilosp

Informações à imprensa: Máquina Cohn & Wolfe
[email protected]+55 11 2972 8090 | +55 11 3147 7920/7418 | c: +55 11 9 7066 0089

Máquina Cohn & Wolfe
vivian fiorio | public relations
máquinacohn&wolfe | dig deeper. imagine more.
(11) 3147-7418 | c: (11) 94587-8767

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte jornaldiadia.com.br

Físico da região adapta máscara de mergulho para tratar pacientes com Covid

Blog Giga Medical

Atualmente professor da Universidade Federal, Jefferson Esquina Tsuchida, 37 anos, é da cidade de São Francisco, próximo a Jales, e leciona na Universidade Federal de Lavras, onde recebeu o convite para coordenar o desenvolvimento do projeto de adapta máscara de mergulho para tratamento de pacientes com Covid-19.

A ideia inicial veio do projeto desenvolvido na Itália, em que um médico buscou fazer a adaptação com uma modelagem da peça e impressão 3D. Os testes da universidade mineira começaram após a equipe de alunos da engenharia mecânica entrarem em contato com o fisioterapeuta respiratório de UTI e sentirem a necessidade de um item acessível e que de fato fosse entregue.

Em entrevista ao DLNews, o professor contou que a busca era por um projeto que fosse possível desenvolver. “Eles pesquisaram a respeito dessa máscara, vimos que era uma ideia muito boa e falamos com o pessoas da UTI da Santa Casa de Lavras”.

A adaptação do equipamento de mergulho nada mais é que a retirada do snorkel (parte usada para a respiração debaixo d’água) para que então sejam inseridas as mangueiras que dão acesso direto aos respiradores mecânicos usados em casos graves de Covid.

Algumas correias quem prendem a máscara à cabeça também foram substituídas. Isso porque, segundo Tsuchida, quando utilizada para máscara de mergulho, a pressão da própria água ajuda na fixação do equipamento ao rosto, o que não acontece enquanto respirador. “Agora a gente tem um sistema inverso, é o ar que está sendo inserido dentro da máscara e isso gera uma pressão que tende a tirar a máscara do rosto. Esse foi um dos problemas que tivemos que resolver e manter certinho, sem muitos vazamentos”, explicou.

Tanto em conforto, quanto em segurança e valor, a máscara adaptada supera as convencionais. “O nível de segurança é bem grande, pois a ideia do projeto é ajudar os profissionais de saúde”. O professor diz que no momento da expiração o ar vai diretamente para o respirador mecânico, onde é filtrado, então não tem contaminação no ambiente externo.

Testes mostraram que o índice de vazamento do equipamento é muito maior que a convencional devido a maior vedação no rosto do paciente. Além disso, a máscara garante maior conforto pois mantém espaço entre o equipamento e a face da pessoa, permitindo, inclusive, a comunicação.

Para produção de 20 adaptadores foi gasto cerca de R$ 6 mil com o material, que é a parte mais cara do processo. Isso porque uma certificação é necessária, além de equilibrar a rigidez com a maleabilidade para suportar quedas, por exemplo. Ainda assim, o valor médio das máscara pronta, na faixa de R$ 400, é menor que as máscaras convencionais, que giram em torno de R$ 1,5 mil a R$ 2 mil. 

Tsuchida explica que, em contrapartida do alto custo com material, a máscara em si é mais barata e exige apenas duas variações de tamanho, enquanto a convencional tem até cinco, o que encarece ainda mais o processo de produção.



Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte dlnews.com.br