Vila Nova de Gaia tem três espaços para receber doentes Covid e aliviar hospitais

Blog Giga Medical

Vila Nova de Gaia tem três espaços para receber doentes Covid e aliviar hospitais

A Câmara de Vila Nova de Gaia tem disponíveis três espaços para receber doentes covid-19, afastada a hipótese de reativar no Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia / Espinho o hospital de campanha, disse hoje o presidente da câmara.

“Neste momento acho que um hospital de campanha está fora de hipótese porque é muito mais fácil montar um na primavera/verão do que no outono/inverno”, disse Eduardo Vítor Rodrigues no final da reunião do município.

Em contrapartida, acrescentou, existe “a cedência de espaços, como a Casa do Bombeiro, na Aguda, ou centro de hospedagem do Parque Biológico e, se necessário, o Centro de Alto Rendimento, na Lavandeira, para ceder ao hospital. E aí tem tudo, casas de banho, aquecimento, é um edifício, não uma tenda”.

Frisando que à câmara compete “disponibilizar [espaços] e não meter lá pessoas”, tarefa que “cabe às autoridades de saúde”, o autarca socialista acrescentou que as instalações na Lavandeira “tem capacidade para meter cerca de 40 pessoas”, um número que cresce “para mais 12” fruto da oferta na Aguda.

“Temos uma boa estrutura concelhia de apoio e que se houver necessidade não irá servir só os gaienses”, disse.

Sobre a elevada taxa de ocupação no Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia / Espinho, Eduardo Vítor Rodrigues precisou ser esta, “também, uma ocupação do sistema hospitalar”.

“Há 15 dias que estamos a receber gente de Penafiel [Hospital Padre Américo]. Ou seja, Gaia está como está, mas não é por incapacidade, é porque há a interdependência, como, se um dia Gaia atingir o limite haverá o São João e o Santo António que recebam, e é bom que seja assim”, sustentou.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,2 milhões de mortos e mais de 46,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.590 pessoas dos 146.847 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.



Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte portocanal.sapo.pt

Deputado Gustavo Neiva tem alta após diagnóstico da Covid-19

Blog Giga Medical

 

O deputado estadual, Gustavo Neiva (PSB), teve alta médica após ficar internado no hospital Unimed para tratar da Covid-19.

Em sua rede social, o parlamentar disse que seguiu todos os protocolos médicos desde o seu diagnóstico há cerca de 20 dias. Gustavo Neiva teve sintomas leves como febre, mas foi internado por precaução. 
Veja o que ele diz na rede social

“É com muita alegria que hoje recebo alta hospitalar e volto para casa curado da Covid-19. Segui todos os protocolos médicos para a doença, estive em isolamento, passei por uma internação hospitalar, mas graças a Deus estou com a minha saúde restabelecida. Agradeço a todos que fizeram orações e torceram para a minha recuperação. Mais uma vez faço o alerta para que todos mantenham os cuidados necessários para evitar esta doença que é muito imprevisível e devastadora. Sigam usando máscara, evitando aglomerações e cuidem-se, pois a pandemia é real e o vírus permanece entre nós”.

 

Da Redação
[email protected]



Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte cidadeverde.com

Entre sábado e domingo, Cachoeira registra 9 casos de Covid. UTI do HCB tem 3 pacientes

Blog Giga Medical

A Secretaria Municipal da Saúde confirmou neste domingo em sua Nota Informativa mais 6 casos de coronavírus em Cachoeira do Sul. Novos 3 casos haviam  ocorrido no sábado.  Uma delas é uma paciente que esteve internada no HCB até a última sexta-feira. Neste domingo foram registrados mais 19 casos suspeitos, sendo um deles um homem de 50 anos que está internado no HCB. Permanecem suspeitos outros 47 casos. 44 casos foram descartados.

 

            Situação em Cachoeira do Sul

-Casos confirmados: paciente do sexo feminino, 18 anos, 40 anos, 51 anos, paciente do sexo masculino, 36 anos, 47 anos.

– Caso confirmado: paciente do sexo feminino, 60 anos, com SRAG, alta hospitalar em 30/10/2020.

– Caso suspeito 01/11: paciente do sexo masculino, 50 anos, com SRAG internado no HCB.

– Casos suspeitos 01/11: 18 pacientes com síndrome gripal e em isolamento domiciliar.

– Caso suspeito: permanece paciente do sexo masculino, 30 anos, com SRAG internado no HCB.

– Casos suspeitos: permanecem 46 pacientes, com Síndrome Gripal, em isolamento domiciliar

– Casos descartados: 44 pacientes.

Município Recuperados Suspeitos Descartados Confirmados Óbito caso confirmado Óbitos casos suspeitos
Cachoeira do Sul 622 66 2265 652 7 0

 

Hospital de Caridade e Beneficência de Cachoeira do Sul

Área de Isolamento Respiratório – UTI Covid-19

-Paciente sexo masculino, 67 anos, gravíssimo – reside em Cachoeira do Sul – positivo Covid-19

– Paciente sexo masculino, 30 anos, inspira cuidados – reside em Cachoeira do Sul – suspeito

– Paciente sexo masculino, 50 anos, gravíssimo – reside em Cachoeira do Sul – suspeito

Alta Hospitalar

– Paciente sexo masculino, 68 anos, residente de Salto do Jacuí – alta hospitalar

Óbito

– Paciente sexo masculino, 53 anos, residente de Caçapava do Sul – óbito

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte www.radiofandango.com.br

Presidente do TCU tem alta hospitalar após internação por covid-19

Blog Giga Medical

O presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), José Múcio, teve alta hospitalar neste sábado (31), de acordo com a assessoria do Tribunal. Ele foi diagnosticado com covid-19 e estava internado no hospital particular DF Star, em Brasília (DF), desde a última quarta-feira (28), depois de ter sentido sintomas mais fortes de cansaço.

O hospital é um dos mais conceituados do DF e é onde está internado também o ministro da Saúde Eduardo Pazuello, que deu entrada na unidade de saúde ontem para receber hidratação e ser acompanhado mais de perto pelos médicos. Ele também foi contaminado pelo novo coronavírus.

Múcio ficou em observação e não chegou a ser transferido para uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) durante o período em que esteve no DF Star. Conforme a assessoria, o presidente está se sentindo bem, mas ainda não dispõe do exame que comprova estar livre da covid-19. Ele começou a apresentar sintomas há cerca de 15 dias.

O presidente do TCU se aposentará no fim do ano, dois anos e nove meses antes de sua aposentadoria compulsória (que ocorre quando os servidores completam 75 anos), e em seu lugar ficará Jorge Oliveira. Oliveira é o Secretário-Geral da Presidência e foi indicado para o cargo de ministro do TCU pelo presidente Jair Bolsonaro, com a formalização ocorrendo no dia 8 de outubro por meio da publicação no Diário Oficial da União.

O Tribunal informou que Múcio foi diagnosticado com covid-19 no último dia 19 de outubro. Na mesma data, o TCU disse que o ministro Bruno Dantas também havia sido contaminado pelo novo coronavírus. Duas semanas antes, os dois tinham participado de um jantar com o ministro da Economia, Paulo Guedes, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e outras autoridades.


+ Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa

+ 5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape

+ As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro



Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte www.dinheirorural.com.br

Bahia tem 352 mil novos casos e 7,6 mil óbitos durante a pandemia

Blog Giga Medical

Foto: Creative Commons
Foto: Creative Commons

 

A Bahia registrou, nas últimas 24 horas, 1.423 novos infectados pelo novo coronavírus e 1.614 pacientes foram recuperados. O boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde do estado (Sesab) confirmou que 29 óbitos foram causados pelo novo coronavírus.

No geral, a Bahia soma 352.700 casos confirmados e 7.600 vítimas fatais – a taxa de letalidade é de 2,15%. Do total de pacientes, 337.785 estão recuperados e 7.315 encontram-se ativos. Um total de 28.927 profissionais da saúde testaram positivo para Covid-19.

Daqueles doentes que permanecem com a Covid-19, 6.386 seguem com acompanhamento e tratamento domiciliar. Em 929 situações há internamento hospitalar – 491 em terapia intensiva.

A taxa de ocupação hospitalar nesta sexta-feira (30) está em 46% -, com preocupação maior em enfermaria pediátrica, que tem 37 dos 46 leitos disponíveis ocupados (76%). Em Salvador, a taxa de ocupação é de 52%. Na capital, a enfermaria pediátrica preenche 35 das 37 vagas (94,5%).



Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte bahia.ba

Máscaras, distanciamento e muitos infectados: como Covid-19 tem perdido força no Brasil – 30/10/2020

Blog Giga Medical

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO (Reuters) – A imunidade da parcela da população infectada durante uma prolongada primeira etapa da epidemia, aliada à adesão a medidas de proteção como o uso de máscara e o distanciamento social, ajudaram a Brasil a reduzir a força do coronavírus, disseram especialistas, alertando, no entanto, que não se pode baixar a guarda sob risco de uma segunda onda como a que atinge atualmente a Europa.

Ao contrário dos países europeus, que conseguiram conter a primeira fase da pandemia de coronavírus em poucos meses após o impacto inicial, o Brasil passou um longo período estacionado em um chamado platô, com elevados números de casos e de óbitos pela Covid-19, antes de apresentar os primeiros sinais de queda.

A longa duração do primeiro momento da crise pode ser um dos fatores por trás da atual queda da epidemia, uma vez que muitas pessoas já se expuseram ao vírus, afirmaram à Reuters especialistas que acompanham de perto a pandemia no país.

Depois de passar diversas semanas seguidas registrando cerca de 40 mil casos novos e de 1 mil mortes a cada dia nos meses de junho, julho e agosto, o Brasil apresentou no mês passado o primeiro sinal de queda da epidemia, e a tendência tem se mantido desde então.

Após pico de 45 mil casos por dia em média no final de julho, com quase 1.100 mortes diárias, o país registrou 20 mil casos por dia em média na semana epidemiológica encerrada no último sábado, com 461 mortes por dia na média.

Mesmo com a redução, o Brasil ainda é o terceiro país do mundo com mais casos, com 5,4 milhões, atrás apenas de EUA e Índia, e o segundo em número de mortes, com mais de 158 mil.

Em uma população de 210 milhões, o número de casos confirmados seria insuficiente para se garantir a chamada imunidade de rebanho, mas é preciso considerar que há um número enorme de casos não registrados, o que leva a crer em um certo grau de imunidade coletiva pelo menos em alguns locais, de acordo com Wanderson Oliveira, ex-secretário nacional de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde.

“No caso da Covid tivemos uma primeira onda muito maior do que a gente realmente conhece, e um número de pessoas que pegou e não sabemos muito grande. Alguns estudos dizem que dá 10 a 12 vezes no número de casos e 1,5 vez no caso dos óbitos”, disse, acrescentando que “muitos lugares” podem ter atingido a imunidade de rebanho.

O infectologista Roberto Medronho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), concorda que a doença já teve forte impacto nos grupos de pessoas e locais com maior risco de adoecimento. “Vemos uma queda agora porque as pessoas de maior risco da doença adoeceram, algumas morreram, a reinfecção é muito rara, por isso há essa queda”, afirmou.

Além da possível imunidade, a população brasileira tem aderido com sucesso ao uso de máscara e ao distanciamento, além de parcela que ainda mantém o isolamento social, o que tem surtido efeito, acrescentaram os pesquisadores.

“Nessa segunda fase que estamos agora, já passamos a primeira que foi a fase mais trágica da pandemia, o número vem baixando em parte por conta da adoção pela população das medidas de prevenção, em parte por um certo grau de proteção que deve ter de imunidade de rebanho, pelo menos temporária, e em parte porque certos grupos conseguem manter o isolamento social”, disse Alexandre Naime Barbosa, chefe da Infectologia da Universidade Estadual Paulista (Unesp).

A importância do isolamento social se dá uma vez que pelo menos um terço da população tem se mantido longe das ruas –a despeito da posição contrária do presidente Jair Bolsonaro–, de acordo com o Índice de Isolamento Social, uma ferramenta que utiliza dados de localização de aplicativos instalados em mais de 60 milhões de telefones celulares pelo país.

O número representa uma queda em relação ao patamar de 50% do final de março e do mês de abril, mas ainda assim tem ajudado a conter a disseminação do vírus, segundo os especialistas.

“Acredito que nós sustentamos um determinado grau de isolamento social. Tem uma parte da população que está em casa, que pode ficar em casa e que está em casa. Quem tinha que sair para a rua, saiu para a rua, pegou a doença, morreu ou se curou”, disse Gonzalo Vecina Neto, ex-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e professor da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP).

Uma vez que a redução recente da epidemia tem dependido, principalmente, da ação das próprias pessoas, há o risco de uma retomada da pandemia, alertou Naime, da Unesp. Além disso, não se sabe por quanto tempo dura a imunidade adquirida por aqueles que já foram contaminados.

“Quanto tempo vai durar a imunidade de rebanho? E quanto tempo vai demorar para a população se cansar das medidas de prevenção? Tudo isso são cenas do próximo capítulo.”

(Reportagem adicional de Lisandra Paraguassu, em Brasília, e Eduardo Simões, em São Paulo)

Giga Medical – Trazendo o melhor em equipamentos de proteção e hospitalares

Fonte noticias.uol.com.br

Evander Holyfield tem apenas uma orelha para segurar uma máscara? – Hora 7

Blog Giga Medical

Se você nunca ouviu falar no nome de Evander Holyfield, esse é o momento de conhecê-lo! Ele é um ex-pugilista norte-americano, e simplesmente pentacampeão mundial dos pesos-pesados! Contudo, não foram seus títulos, que o tornaram uma das figuras mais conhecidas do mundo, e sim uma fatídica luta contra Mike Tyson! Em novembro de 1996, Holyfield […]
O post Evander Holyfield tem apenas uma orelha para segurar uma máscara? apareceu primeiro em E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!.